Disciplina: Língua Portuguesa 0 Curtidas

Logo depois transferiram para o trapiche o depósito dos - ENEM 2010

Questão 118 - Caderno Azul
Atualizado em 29/02/2024
Continua após a publicidade..

Texto I

Logo depois transferiram para o trapiche o depósito dos objetos que o trabalho do dia lhes proporcionava. Estranhas coisas entraram então para o trapiche. Não mais estranhas, porém, que aqueles meninos, moleques de todas as cores e de idades as mais variadas, desde os nove aos dezesseis anos, que à noite se estendiam pelo assoalho e por debaixo da ponte e dormiam, indiferentes ao vento que circundava o casarão uivando, indiferentes à chuva que muitas vezes os lavava, mas com os olhos puxados para as luzes dos navios, com os ouvidos presos às canções que vinham das embarcações…

AMADO, J. Capitães da Areia. São Paulo: Companhia das Letras, 2008 (fragmento).

Texto II

À margem esquerda do rio Belém, nos fundos do mercado de peixe, ergue-se o velho ingazeiro – ali os bêbados são felizes. Curitiba os considera animais sagrados, provê as suas necessidades de cachaça e pirão. No trivial contentavam-se com as sobras do mercado.

Sob diferentes perspectivas, os fragmentos citados são exemplos de uma abordagem literária recorrente na literatura brasileira do século XX. Em ambos os textos,

TREVISAN, D. 35 noites de paixão: contos escolhidos. Rio de Janeiro: BestBolso, 2009 (fragmento).

  1. a linguagem afetiva aproxima os narradores dos personagens marginalizados.

  2. a ironia marca o distanciamento dos narradores em relação aos personagens.

  3. o detalhamento do cotidiano dos personagens revela a sua origem social.

  4. o espaço onde vivem os personagens é uma das marcas de sua exclusão.

  5. a crítica à indiferença da sociedade pelos marginalizados é direta.

Continua após a publicidade..

Solução

Alternativa Correta: D

Tanto o trapiche abandonado e posteriormente ocupado pelos capitães da areia, como o velho ingazeiro, “ à margem esquerda do rio Belém”, em Curitiba, são espaços onde vivem personagens marginalizados. Esses locais são índices da exclusão social, seja dos meninos abandonados, do livro de Jorge Amado, seja dos bêbados, no fragmento de Dalton Trevisan.

Créditos da Resolução: Curso Objetivo

QrCode Estuda por aqui

Ajude-nos com uma doação!

Nós trabalhamos duro para manter este site e oferecer conteúdo de qualidade gratuitamente. Se você gostou do que oferecemos, por favor, considere fazer uma doação de qualquer valor através do PIX para nos ajudar a manter o site funcionando. Sua contribuição é muito valiosa para nós!
Chave PIX: contato@estudaporaqui.com.br
Recebedor: Wesley Rodrigues

Área do Conhecimento: Linguagens Códigos e suas tecnologias

Ano da Prova: 2010

Nível de Dificuldade da Questão: Difícil

Assuntos: Estrutura do Texto

Vídeo Sugerido: YouTube

Ainda não há comentários.

Autenticação necessária

É necessário iniciar sessão para comentar

Entrar Registrar