Voltar para Vestibulares

FATEC

Continua após a publicidade..
Foram encontradas 647 questões
Exibindo questões de 1 a 100.

O texto apresentado, levando em conta seu canal de - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

Os povos africanos que foram trazidos pro Brasil trouxeram consigo suas tecnologias. E isso tá marcado já nas chegadas dos primeiros, lá no século XVI: eram povos que vinham de sociedades que já desenvolviam a pecuária, por exemplo, ou então sistemas agrícolas complexos. Nos engenhos, muitos africanos chegavam e já eram colocados como mestres-de-açúcar, que era a principal função na parte do beneficiamento do açúcar.
No ciclo do ouro, os exploradores eram basicamente catadores, encontrando aqui e ali as pepitas. Mas uma ferramenta trazida pelos africanos mudou esse jogo: a bateia, que servia pra tirar o ouro vindo no curso da água. Porque era uma atividade que eles já desempenhavam no continente africano, e que acabaram trazendo pra cá.
Tem um alemão, o Barão de Eschwege, ele fundou a primeira siderúrgica do Brasil, em 1812. E quem trabalhava, claro, eram os escravizados. E o Barão se apropriou de um instrumento trazido por esses africanos: o cadinho, que é um tipo de recipiente com formato de pote que é usado pra fundir metais. O alemão fez lá uma pequena adaptação no cadinho e isso potencializou a capacidade de produção dos fornos. Foi uma revolução tecnológica na época. Hoje, tem um monte de livro e de faculdade de Engenharia que homenageia o Barão. Dos africanos que ensinaram isso a ele, não se sabe nem o nome.

Segundo o texto, é correto afirmar que a) as etnias - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

Os povos africanos que foram trazidos pro Brasil trouxeram consigo suas tecnologias. E isso tá marcado já nas chegadas dos primeiros, lá no século XVI: eram povos que vinham de sociedades que já desenvolviam a pecuária, por exemplo, ou então sistemas agrícolas complexos. Nos engenhos, muitos africanos chegavam e já eram colocados como mestres-de-açúcar, que era a principal função na parte do beneficiamento do açúcar.
No ciclo do ouro, os exploradores eram basicamente catadores, encontrando aqui e ali as pepitas. Mas uma ferramenta trazida pelos africanos mudou esse jogo: a bateia, que servia pra tirar o ouro vindo no curso da água. Porque era uma atividade que eles já desempenhavam no continente africano, e que acabaram trazendo pra cá.
Tem um alemão, o Barão de Eschwege, ele fundou a primeira siderúrgica do Brasil, em 1812. E quem trabalhava, claro, eram os escravizados. E o Barão se apropriou de um instrumento trazido por esses africanos: o cadinho, que é um tipo de recipiente com formato de pote que é usado pra fundir metais. O alemão fez lá uma pequena adaptação no cadinho e isso potencializou a capacidade de produção dos fornos. Foi uma revolução tecnológica na época. Hoje, tem um monte de livro e de faculdade de Engenharia que homenageia o Barão. Dos africanos que ensinaram isso a ele, não se sabe nem o nome.

Os estudos arqueológicos apontam que as primeiras - FATEC 2023

História - 2023

Os estudos arqueológicos apontam que as primeiras atividades agrícolas se deram entre 12 mil anos e 10 mil anos atrás, na região próxima ao Mar Morto. Entende-se que o domínio da agricultura se deu de forma processual e que os homens e as mulheres foram aprimorando as técnicas de produção agrícola ao selecionar as melhores plantas para determinado solo, por exemplo. Esse processo possibilitou a transição da vida de caça e coleta nômade para o sedentarismo agrícola, possibilitando, inclusive, o aumento populacional em grande escala.

As profissões de mágico e de matemático podem dialogar - FATEC 2023

Matemática - 2023

As profissões de mágico e de matemático podem dialogar entre si. Um exemplo disso são as ordens cíclicas – sequências que se repetem – utilizadas em truques com baralhos.
Suponha que, antes de realizar um truque de adivinhação, um mágico disponha as cartas de um baralho na ordem cíclica representada na figura.

FATEC 2023

Durante a apresentação, são convidados ao palco três espectadores. O mágico pede a um dos espectadores que separe o baralho de cartas em duas partes (corte), colocando a parte de baixo em cima da outra.
O mágico então irá distribuir 3 cartas em sequência aos espectadores convidados. Assim, ele pega a primeira carta do topo do baralho e entrega ao primeiro espectador. Em seguida, pega a próxima carta e entrega ao segundo espectador e, por fim, retira a carta seguinte e entrega ao terceiro espectador.
Ele pergunta ao primeiro espectador somente o símbolo que identifica a carta que está com ele, o qual responde que tem um K.
Para o segundo espectador, o mágico pergunta apenas o naipe, obtendo a informação que é ♦.

Cada carta possui um símbolo (número ou letra); e um naipe (♣; ♥; ♠; ♦).

Mágicos podem utilizar técnicas que mexem com o - FATEC 2023

Matemática - 2023

Mágicos podem utilizar técnicas que mexem com o imaginário e o senso lógico das pessoas. Um exemplo disso é o truque “Dado Dinamite”.

FATEC 2023

Nele, o mágico apresenta um cartão no qual o público vê um ponto no centro; ao virar o cartão e mostrar o verso, o público vê dois pontos no cartão. Quando o mágico vira novamente esse cartão, onde o público enxergava um ponto, agora vê dois pontos e, virando novamente, o público vê, então, três pontos.

Umas das profissões que usa bastante tecnologia é a de - FATEC 2023

Física - 2023

Umas das profissões que usa bastante tecnologia é a de mágico. Um número realizado por esses artistas é o truque da “mala mágica”. Nele, o mágico conta uma história, alegando que apenas pessoas especiais dotadas de poderes extraordinários conseguem levantar uma mala, localizada no palco, na qual há uma base escondida de metal ferromagnético. Convida, então, pessoas da plateia que, obviamente, não conseguem levantá-la. Em seguida, após o mágico apertar de forma discreta um botão escondido no palco, o próprio mágico, ou uma criança, consegue levantá-la.

Um professor criou um jogo de estratégia em que um grupo - FATEC 2023

Química - 2023

Um professor criou um jogo de estratégia em que um grupo de cinco integrantes entram em uma sala temática, na qual eles devem resolver desafios para escapar do local no menor tempo possível.
Durante o jogo, na procura por pistas, o grupo formado por Amanda, Beatriz, Carol, Daniela e Eduarda encontra um teclado com o formato de uma tabela periódica simplificada (conforme figura) e, ao lado, a mensagem: “Descubra os quatro elementos químicos descritos nas pistas. A seguir, pressione as teclas correspondentes aos elementos químicos na ordem em que foram descritos. Se acertar, da sala você irá escapar”.

FATEC 2023

Após ler atentamente as pistas, cada integrante do grupo selecionou alguns elementos para serem digitados no teclado e a ordem que foram digitados.

FATEC 2023

A relação entre Matemática e Geografia é antiga. Entre os - FATEC 2023

Geografia - 2023

A relação entre Matemática e Geografia é antiga. Entre os campos da Geografia que se utilizam da Matemática podemos citar a Cartografia, a Demografia e a Climatologia.

A expressão plenty of na sentença “there are plenty of - FATEC 2023

Inglês - 2023

Cherry picking in the media

Cherry picking is often used by the media, particularly in the case of less reputable media bodies, when they present only one side of a story, or give it disproportional coverage while ignoring facts that could support alternative viewpoints.
For example, consider a situation where a new study, which is based on the input of thousands of scientists in a certain field, finds that 99% of them agree with the consensus position on a certain phenomenon, and only 1% of them disagree with it. When reporting on this study,
a reporter who engages in cherry picking might say the following:
“A recent study found that there are plenty of scientists who disagree with the consensus position on this phenomenon.”
This statement represents an example of cherry picking, because it only mentions the fact that the study found that some scientists disagree with the consensus position on the phenomenon in question, while ignoring the fact that the study in question also found that the vast majority of scientists support this position.

O fenômeno descrito no texto indica a prática de - FATEC 2023

Inglês - 2023

Cherry picking in the media

Cherry picking is often used by the media, particularly in the case of less reputable media bodies, when they present only one side of a story, or give it disproportional coverage while ignoring facts that could support alternative viewpoints.
For example, consider a situation where a new study, which is based on the input of thousands of scientists in a certain field, finds that 99% of them agree with the consensus position on a certain phenomenon, and only 1% of them disagree with it. When reporting on this study,
a reporter who engages in cherry picking might say the following:
“A recent study found that there are plenty of scientists who disagree with the consensus position on this phenomenon.”
This statement represents an example of cherry picking, because it only mentions the fact that the study found that some scientists disagree with the consensus position on the phenomenon in question, while ignoring the fact that the study in question also found that the vast majority of scientists support this position.

Um estudante de Construção Civil da Fatec está executando - FATEC 2023

Matemática - 2023

Um estudante de Construção Civil da Fatec está executando um desenho técnico, para um projeto de uma fazenda vertical. Na planta baixa, apresentada na imagem, estão especificadas algumas medidas na escala 1:500 – em que 1 m na medida real corresponde a 0,2 cm na planta baixa.

FATEC 2023

A Orientação Profissional (OP) tem, dentre seus objetivos - FATEC 2023

Matemática - 2023

A Orientação Profissional (OP) tem, dentre seus objetivos, promover a reflexão sobre possíveis carreiras para um indivíduo.
Entre os instrumentos utilizados pela OP, está a Escala de Aconselhamento Profissional (EAP) que parte do pressuposto de que as profissões são escolhidas em função das preferências das pessoas em relação a diferentes situações.
Essa escala está organizada em sete dimensões, como mostrado na tabela.

FATEC 2023

Diversas classificações do relevo brasileiro foram - FATEC 2023

Geografia - 2023

Diversas classificações do relevo brasileiro foram realizadas nos últimos cem anos. A evolução das classificações mostra o avanço tecnológico a serviço da ciência. Na década de 1940, o professor Aroldo de Azevedo classificou o relevo brasileiro a partir de esboços preexistentes. Nas décadas de 1950 e 1960, o professor Aziz Ab’Saber, com o auxílio de fotografias aéreas, realizou uma outra proposta de classificação do relevo, proporcionando um maior detalhamento da proposta feita pelo professor Aroldo. Na década de 1980, o professor Jurandyr Ross realizou uma nova classificação do relevo brasileiro com base nas classificações anteriores e nas informações obtidas pelo projeto RADAMBRASIL. Este programa visava à implementação de pesquisas no campo da aplicação do sensoriamento remoto para levantamentos de recursos naturais, e tornou-se o maior projeto mundial de cobertura radargramétrica efetuada com radar aerotransportado.

MORAES, Paulo Roberto. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo, SP. 5 ed.: HARBRA, 2017. Adaptado.

Journey, ilustração do artista polonês Pawel Kuczynski, é - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

Analise a ilustração.

FATEC 2023

Leia o texto. Climate change expected to reduce the - FATEC 2023

Inglês - 2023

Leia o texto.

Climate change expected to reduce the quality of ground-based astronomical observations


02 Oct 2022
Climate change will negatively impact the quality of ground-based astronomical observations and is likely to increase time lost due to deteriorating site conditions. That is the conclusion of an analysis of changing trends in observing conditions across eight worldwide sites. The authors say it is now vital that astronomers consider longterm climate projections when selecting sites to host future telescopes.
The quality of astronomical observations by groundbased telescopes is significantly influenced by climate conditions. Sites for observatories are often placed at high altitude to take advantage of increased atmospheric clarity and such locations are carefully selected for favourable climate conditions such as low temperature and water vapour.

Ao trabalhar com o serviço de entregas (delivery), um - FATEC 2023

Matemática - 2023

Ao trabalhar com o serviço de entregas (delivery), um aspecto avaliado é o “raio de entrega” dos pedidos, pois ele influencia a cobrança de taxas.
Suponha que uma empresa estabeleça em 5 km o seu raio máximo de atuação. Um cliente, que mora exatamente no limite dessa região, realiza seu pedido via aplicativo (app).
Ao realizar o pedido, o app pede que o cliente informe um ponto de referência para auxiliar o entregador. Esse cliente em questão, para fornecer o ponto de referência, escreveu: “Moro a exatamente 1 km da Avenida Bom Sucesso, em uma rua paralela a ela”.
Devido a um problema no app, o entregador não consegue visualizar o endereço do cliente, tendo acesso apenas ao esquema da figura.

FATEC 2023

GPS (Global Positioning System ou Sistema de - FATEC 2023

Geografia - 2023

GPS (Global Positioning System ou Sistema de Posicionamento Global) é o nome dado ao sistema de geolocalização estadunidense realizado via satélite (inaugurado em 1973 para uso militar, liberado em 1983 para uso civil em todo o mundo), que fornece, ao aparelho receptor, sua posição geográfica e a hora exata na região em que este se encontra. Isso ocorre independentemente das condições climáticas, a qualquer hora e em qualquer lugar do planeta.

Em uma órbita aproximada de 530 quilômetros, o telescópio - FATEC 2023

Física - 2023

Em uma órbita aproximada de 530 quilômetros, o telescópio Hubble, lançado no século XX, recebeu, em dezembro de 2021, um “companheiro espacial”: o supertelescópio James Webb. Esse foi estrategicamente posicionado a 1,5 milhão de quilômetros da Terra. Atuando na faixa do infravermelho, sua missão é coletar dados sobre o espaço profundo. Esses dados, então, são transformados em informações sobre a criação do Universo, ampliando o conhecimento sobre a nossa existência presente e futura.

No dicionário, um verbete é um texto organizado assim: - FATEC 2023

Matemática - 2023

No dicionário, um verbete é um texto organizado assim: primeiro vem a palavra (chamada de entrada), depois sua classe morfológica e gênero e, por fim, os diferentes sentidos da palavra.
A figura apresenta um verbete de dicionário, cuja entrada foi omitida devido a um erro de impressão.

FATEC 2023

Os aplicativos de entrega modificaram o consumo e os - FATEC 2023

Matemática - 2023

Os aplicativos de entrega modificaram o consumo e os hábitos de trabalho. Por exemplo, no que se refere aos valores recebidos pelos entregadores, um aplicativo paga, na cidade de São Paulo, R$ 3,20 para cada retirada de alimento, R$ 1,40 por entrega realizada e, para cada quilômetro rodado, o entregador ganha R$ 1,10.

Sabendo que o comprimento de onda () emitido por essa - FATEC 2023

Física - 2023

Uma tecnologia cada vez mais utilizada é a chamada NFC (Near Field Communication ou “Comunicação por Campo Próximo” em português). Entre as principais aplicações, está o uso de dispositivos móveis para pagamentos a distância e também o de cartões, equipados com chips, para pagamentos, acesso a transportes públicos, apresentação de cartões de visitas eletrônicos, entre outros. Essa tecnologia funciona por ondas de rádio que se propagam no ar com velocidade aproximada de 3,0 × 108 m/s, em uma operação que leva um intervalo de tempo de aproximadamente 0,1 ns.

FATEC 2023

Assinale a alternativa que apresenta corretamente, em cm, - FATEC 2023

Física - 2023

Uma tecnologia cada vez mais utilizada é a chamada NFC (Near Field Communication ou “Comunicação por Campo Próximo” em português). Entre as principais aplicações, está o uso de dispositivos móveis para pagamentos a distância e também o de cartões, equipados com chips, para pagamentos, acesso a transportes públicos, apresentação de cartões de visitas eletrônicos, entre outros. Essa tecnologia funciona por ondas de rádio que se propagam no ar com velocidade aproximada de 3,0 × 108 m/s, em uma operação que leva um intervalo de tempo de aproximadamente 0,1 ns.

FATEC 2023

Entre 1930 e 1960, o rádio foi o grande veículo de - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

Entre 1930 e 1960, o rádio foi o grande veículo de comunicação. Quando começou a ser fabricado no país, o rádio ampliou o mercado das gravadoras de discos e das emissoras radiofônicas.
A televisão, inaugurada em 1950 com a TV Tupi de São Paulo, começou a se popularizar em finais dessa década. Em 1964, existiam 31 estações de TV, que cobriam parte do território nacional.
O rádio, a televisão, o cinema e a imprensa introduziram a cultura de massa no Brasil e foram importantes veículos de informação e de formação da opinião pública.

Com a avalanche de dados diários, os especialistas em - FATEC 2023

Inglês - 2023

Leia o cartum.

FATEC 2023

De acordo com o texto, é correto afirmar que a Geografia - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

O ciberespaço, impulsionado pela rede mundial de computadores e de pessoas, traz consigo um padrão global de desenvolvimento tecnológico e toda sorte de modificações culturais, que provocam uma gradativa e profunda revolução nos hábitos coletivos de pensar, de viver, de aprender e, sobretudo, de se comunicar. No mundo contemporâneo, ou, mais precisamente, nesta era da informação instantânea e simultânea, o raciocínio geográfico tem se revalorizado e, simultaneamente, se alterado por meio de novos aspectos sociais e tecnológicos. É por esse motivo que, no centro das atuais preocupações, encontram-se as relações entre as novas tecnologias e o raciocínio espacial. Portanto, sendo o ciberespaço parte integrante da sociedade contemporânea, ele é uma realidade que a Geografia deve buscar compreender.

Analisando o contexto da passagem “sendo o ciberespaço - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

O ciberespaço, impulsionado pela rede mundial de computadores e de pessoas, traz consigo um padrão global de desenvolvimento tecnológico e toda sorte de modificações culturais, que provocam uma gradativa e profunda revolução nos hábitos coletivos de pensar, de viver, de aprender e, sobretudo, de se comunicar. No mundo contemporâneo, ou, mais precisamente, nesta era da informação instantânea e simultânea, o raciocínio geográfico tem se revalorizado e, simultaneamente, se alterado por meio de novos aspectos sociais e tecnológicos. É por esse motivo que, no centro das atuais preocupações, encontram-se as relações entre as novas tecnologias e o raciocínio espacial. Portanto, sendo o ciberespaço parte integrante da sociedade contemporânea, ele é uma realidade que a Geografia deve buscar compreender.

Em uma sociedade digital, dados são transmitidos em - FATEC 2023

Matemática - 2023

Em uma sociedade digital, dados são transmitidos em formas de dígitos binários, ou simplesmente bits (acrônimo de binary digits). Cada bit é representado pelo algarismo 0 (zero) ou pelo algarismo 1 (um).
Nos circuitos eletrônicos, esses bits são transmitidos por pulsos de corrente elétrica (um) ou pela ausência dela (zero). Cada um dos caracteres é representado por uma sequência finita desses algarismos binários.

FATEC 2023

Na tabela, estão representados alguns caracteres e sua equivalência binária. Por sua vez, o gráfico representa apenas um desses caracteres.

FATEC 2023

O carro de um motorista de aplicativo, durante uma - FATEC 2023

Matemática - 2023

O carro de um motorista de aplicativo, durante uma corrida entre as cidades de Barueri e Guarulhos, após completar 25% do trajeto, quebrou. Ao acionar seu seguro, foi informado de que o guincho mais próximo estava a 14,5 km de distância dele, em um posto de atendimento que ficava exatamente na metade da distância entre as duas cidades.

Assinale a alternativa que apresenta o correto par de - FATEC 2023

Inglês - 2023

Tech job market is up this year

Despite high-profile threats of layoffs and a dip in job postings in June, the tech market remains strong, especially for data-related skills.

By Paul Krill
Editor at Large, InfoWorld | AUG 24, 2022 3:00 AM PDT

Demand for tech talent continues to grow, with the number of job postings growing 45 % since the beginning of the year and increasing 52 % compared to the first half of 2021. A hiring spike in May was followed by the first month-to-month decline this year (17 % in June).
Those with skills to build and maintain tech stacks and databases, such as SQL and automation, have a great shot at landing a job anywhere.
Of the top 50 employers of tech talent, 96 % increased hiring in the first half of 2022 when compared to the same period of 2021.
Technologists’ preference for remote and hybrid work persists.
Traditional tech hubs such as New York City, Chicago, Atlanta, and San Francisco continue to lead in tech job postings.

Segundo o texto, o mercado de trabalho na área - FATEC 2023

Inglês - 2023

Tech job market is up this year

Despite high-profile threats of layoffs and a dip in job postings in June, the tech market remains strong, especially for data-related skills.

By Paul Krill
Editor at Large, InfoWorld | AUG 24, 2022 3:00 AM PDT

Demand for tech talent continues to grow, with the number of job postings growing 45 % since the beginning of the year and increasing 52 % compared to the first half of 2021. A hiring spike in May was followed by the first month-to-month decline this year (17 % in June).
Those with skills to build and maintain tech stacks and databases, such as SQL and automation, have a great shot at landing a job anywhere.
Of the top 50 employers of tech talent, 96 % increased hiring in the first half of 2022 when compared to the same period of 2021.
Technologists’ preference for remote and hybrid work persists.
Traditional tech hubs such as New York City, Chicago, Atlanta, and San Francisco continue to lead in tech job postings.

A partir da década de 1960, o uso de tecnologia - FATEC 2023

Geografia - 2023

A partir da década de 1960, o uso de tecnologia revolucionou a agricultura, no Brasil e no mundo, por meio de inúmeras inovações, como:
• na mecanização, pois o uso de máquinas, desde a preparação do solo até à colheita, agiliza o trabalho;
• na utilização de diversos tipos de sensores, que fornecem detalhes da plantação, como temperatura, umidade, minerais do solo, entre outros;
• no uso de imagens aéreas, que servem para o mapeamento de campos e para o controle de maquinários;
• no uso de drones, que permite monitoramento aéreo, em tempo real, dos processos de colheita;
• nas pesquisas, que cada vez mais avançam no melhoramento genético de plantas;
• e na inovação de fertilizantes e defensivos agrícolas, que se tornam mais sustentáveis.

Podemos afirmar corretamente que, a) no primeiro - FATEC 2023

Física - 2023

Leia os quadrinhos.

Questão 15 - FATEC 2020 - Caderno Azul

Dadas as substâncias: amônia, NH3; trióxido de enxofre, - FATEC 2023

Química - 2023

Platão (428 a.C. – 347 a.C.), filósofo e matemático grego, defendia uma teoria segundo a qual a natureza era composta por sólidos minúsculos, conhecidos hoje pelo nome sólidos platônicos.
Um sólido platônico, na matemática, é descrito como um poliedro convexo no qual
• todas as faces são formadas por polígonos regulares e congruentes entre si;
• o mesmo número de arestas encontra-se em todos os vértices; e
• os ângulos poliédricos são congruentes entre si.

Muitos séculos depois, os químicos estabeleceram teorias que lhes permitiram a criação de modelos de geometrias moleculares, algumas das quais estão mostradas na imagem.

Questão 15 - FATEC 2020 - Caderno Azul

Assinale a alternativa que apresenta geometrias - FATEC 2023

Matemática - 2023

Platão (428 a.C. – 347 a.C.), filósofo e matemático grego, defendia uma teoria segundo a qual a natureza era composta por sólidos minúsculos, conhecidos hoje pelo nome sólidos platônicos.
Um sólido platônico, na matemática, é descrito como um poliedro convexo no qual
• todas as faces são formadas por polígonos regulares e congruentes entre si;
• o mesmo número de arestas encontra-se em todos os vértices; e
• os ângulos poliédricos são congruentes entre si.

Muitos séculos depois, os químicos estabeleceram teorias que lhes permitiram a criação de modelos de geometrias moleculares, algumas das quais estão mostradas na imagem.

FATEC 2023

A Biblioteca Nacional do Reino Unido (British Library) - FATEC 2023

História - 2023

A Biblioteca Nacional do Reino Unido (British Library) declarou Johannes Gutenberg “o homem do milênio”, e há poucos outros que alguém poderia nomear para tal honra.

Os microscópios e outros instrumentos ópticos - FATEC 2023

Biologia - 2023

Os microscópios e outros instrumentos ópticos transformaram-se, devido aos avanços tecnológicos, em ferramentas multidisciplinares indispensáveis, atraindo interessados de diferentes formações, como físicos, químicos, biólogos, engenheiros, entre outros.

O hidrogênio é matéria-prima fundamental na produção de - FATEC 2023

Química - 2023

O hidrogênio é matéria-prima fundamental na produção de produtos químicos como amônia, indispensável na indústria de fertilizantes. Na produção de amônia, temos o equilíbrio químico representado pela equação química:

N2(g) + 3 H2(g) →← 2 NH3(g)


A expressão da constante de equilíbrio da produção de amônia é dada por:
FATEC 2023

Agora, considere a equação química que representa o equilíbrio químico da reforma a vapor do gás natural:

CH4(g) + H2O(g) 3 H2(g) + CO(g)

Sobre a doença descrita nos textos, é correto afirmar que - FATEC 2023

Biologia - 2023

Texto 1

No Brasil, as atividades de imunização em massa foram iniciadas em 1961, com a adoção da vacina Sabin, mas sem a abrangência e a continuidade necessárias para o controle da doença. Também nessa época, foi introduzida no país a técnica laboratorial de diagnóstico do poliovírus, no Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Na década de 1970, o Ministério da Saúde tentou utilizar a vacinação de rotina em vez da promoção de campanhas, sem muito sucesso.
Em 1980 foi estabelecida a primeira estratégia de campanha nacional de imunização contra a pólio, com o objetivo de vacinar todas as crianças de até 5 anos de idade em todo território nacional, em um único dia. Com apenas três anos de existência da campanha, a incidência da pólio se aproximou de zero.
A doença é considerada oficialmente eliminada do território nacional desde 1994, quando foi emitido o certificado de erradicação da pólio pela Organização PanAmericana da Saúde (Opas/OMS).

https: tinyurl.com="" ydw3v8z7="" Acesso em: 28.10.2022. Adaptado.

Texto 2

Dados oficiais da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite mostram que, em 2022, a adesão à vacina ainda é baixa. Entre os dias 08 de agosto e 16 de setembro desse ano, somente 44 % das crianças entre um e quatro anos receberam o reforço da vacina contra a doença no Brasil.
Em 2020, o relatório da Comissão Regional para a Certificação (RCC) da Erradicação da Poliomielite nas Américas (Opas/OMS) expressou preocupação com a possibilidade de reintrodução do poliovírus no Brasil. O país passou a integrar a lista de alto risco para a doença.

Segundo os textos, é correto afirmar que, a) em 2020, um - FATEC 2023

Biologia - 2023

Texto 1

No Brasil, as atividades de imunização em massa foram iniciadas em 1961, com a adoção da vacina Sabin, mas sem a abrangência e a continuidade necessárias para o controle da doença. Também nessa época, foi introduzida no país a técnica laboratorial de diagnóstico do poliovírus, no Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Na década de 1970, o Ministério da Saúde tentou utilizar a vacinação de rotina em vez da promoção de campanhas, sem muito sucesso.
Em 1980 foi estabelecida a primeira estratégia de campanha nacional de imunização contra a pólio, com o objetivo de vacinar todas as crianças de até 5 anos de idade em todo território nacional, em um único dia. Com apenas três anos de existência da campanha, a incidência da pólio se aproximou de zero.
A doença é considerada oficialmente eliminada do território nacional desde 1994, quando foi emitido o certificado de erradicação da pólio pela Organização PanAmericana da Saúde (Opas/OMS).

https: tinyurl.com="" ydw3v8z7="" Acesso em: 28.10.2022. Adaptado.

Texto 2

Dados oficiais da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite mostram que, em 2022, a adesão à vacina ainda é baixa. Entre os dias 08 de agosto e 16 de setembro desse ano, somente 44 % das crianças entre um e quatro anos receberam o reforço da vacina contra a doença no Brasil.
Em 2020, o relatório da Comissão Regional para a Certificação (RCC) da Erradicação da Poliomielite nas Américas (Opas/OMS) expressou preocupação com a possibilidade de reintrodução do poliovírus no Brasil. O país passou a integrar a lista de alto risco para a doença.

Até a década de 1980, a insulina aplicada nas pessoas - FATEC 2023

Biologia - 2023

Até a década de 1980, a insulina aplicada nas pessoas diabéticas era extraída do pâncreas de bois e porcos por ser parecida com a humana.
Com os avanços nos conhecimentos sobre genética e biologia molecular, e nas técnicas de manipulação do DNA, a insulina sintética passou a ser produzida em laboratório por meio da técnica de DNA recombinante.
Nessa técnica, as bactérias que receberam o gene responsável pela produção da insulina são denominadas bactérias modificadas, nas quais o gene inserido será replicado.

A produção de hidrogênio requer grande quantidade de - FATEC 2023

Química - 2023

A produção de hidrogênio requer grande quantidade de energia. Dependendo da fonte de energia utilizada no processo de produção dessa substância, o hidrogênio é classificado por cores:

FATEC 2023

A figura mostra as fontes de energia e o modo como estão relacionadas à produção de hidrogênio.

FATEC 2023

Qualquer elemento de uma matriz M pode ser representado - FATEC 2023

Matemática - 2023

Qualquer elemento de uma matriz M pode ser representado por mij, em que “i” representa a linha e “j”, a coluna em que esse elemento se localiza.
Dada a matriz M, considere que cada elemento mij da matriz apresentada indica a quantidade, em quilogramas, da hortaliça hi (h1 = agrião, h2 = almeirão e h3 = alface) produzida pela fazenda vertical fj (f1, f2 e f3).
Assim, cada elemento dessa matriz representa a quantidade de um tipo de hortaliça produzida em média, semanalmente, para cada fazenda.

FATEC 2023

Em meio às cidades, tem germinado um modelo de negócio: - FATEC 2023

Matemática - 2023

Em meio às cidades, tem germinado um modelo de negócio: as fazendas verticais.
Nelas os alimentos são cultivados em uma espécie de laboratório que pode ser montado em prédios ou contêineres. Nesse processo, utiliza-se um litro de água por pé de alface, produzindo hortaliça livre de agrotóxicos. Contudo, se fosse no campo, seguindo o modelo tradicional, estima-se que seriam necessários 40 litros de água por pé de alface. Além disso, se no campo a semente pode levar até 70 dias para virar a hortaliça, na fazenda vertical, a média é de 40 dias.
Assim, é correto afirmar que as fazendas verticais promovem uma redução de cerca de I na quantidade de água utilizada na agricultura tradicional, e de aproximadamente II na quantidade de dias para a semente virar hortaliça.

As cenas retratam a) a divisão do trabalho nas linhas de - FATEC 2023

História - 2023

Observe as imagens.

FATEC 2023

Peter Drucker, pai da Administração moderna, enunciou a - FATEC 2023

Matemática - 2023

Peter Drucker, pai da Administração moderna, enunciou a proposição “Todas as inovações eficazes são surpreendentemente simples”.
Considere verdadeiras a proposição de Drucker e a proposição p: “uma roda é uma inovação eficaz”.
Em cada alternativa são apresentados diagramas de Euler-Veen, nas quais A é o conjunto das inovações eficazes, B é o conjunto das inovações “supreendentemente simples”, e existe uma região tracejada que representa o conjunto ao qual uma roda pertence.

Ao analisar a linguagem verbal e não verbal da charge - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

Leia a charge.

Questão 1 - FATEC 2023

De acordo com Milton Santos, o meio técnico - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

Após a Segunda Guerra Mundial, tem início o período técnico-científico, devido à profunda interação da ciência e da técnica. A união entre a técnica e a ciência vai dar-se sob a égide* do mercado que, graças à ciência e à técnica, torna-se um mercado global. A ideia da ciência, a ideia de tecnologia e a ideia de mercado global devem ser encaradas conjuntamente. Além disso, as mudanças que ocorrem na natureza também se subordinam a essa lógica.
Nesse período, os objetos técnicos tendem a ser ao mesmo tempo técnicos e informacionais, já que, graças à extrema intencionalidade de sua produção e de sua localização, eles já surgem como informação e, na verdade, a energia principal de seu funcionamento é também a informação. Estamos diante de algo novo, a que estamos chamando de meio técnico-científico-informacional.
*Égide (s.f.): escudo; por derivação, o que protege, ampara.

Parafrasear é reescrever um texto utilizando uma - FATEC 2023

Língua Portuguesa - 2023

Após a Segunda Guerra Mundial, tem início o período técnico-científico, devido à profunda interação da ciência e da técnica. A união entre a técnica e a ciência vai dar-se sob a égide* do mercado que, graças à ciência e à técnica, torna-se um mercado global. A ideia da ciência, a ideia de tecnologia e a ideia de mercado global devem ser encaradas conjuntamente. Além disso, as mudanças que ocorrem na natureza também se subordinam a essa lógica.
Nesse período, os objetos técnicos tendem a ser ao mesmo tempo técnicos e informacionais, já que, graças à extrema intencionalidade de sua produção e de sua localização, eles já surgem como informação e, na verdade, a energia principal de seu funcionamento é também a informação. Estamos diante de algo novo, a que estamos chamando de meio técnico-científico-informacional.
*Égide (s.f.): escudo; por derivação, o que protege, ampara.

A combustão de 1,0 kg de hidrogênio libera 28 700 kcal, - FATEC 2023

Física - 2023

A combustão de 1,0 kg de hidrogênio libera 28 700 kcal, que corresponde a uma grande quantidade de energia, e não gera gases poluentes. Isso torna o hidrogênio uma excelente alternativa de combustível para carros. Estudos demonstram que um carro de passeio, abastecido com apenas 5,6 kg de gás hidrogênio, pode percorrer até 640 km.

A produção de pão teve notório desenvolvimento no Antigo - FATEC 2023

Biologia - 2023

A produção de pão teve notório desenvolvimento no Antigo Egito devido a vários fatores, entre os quais se destacam: o cultivo do trigo nas férteis margens do Nilo; os progressos na farinação e na peneiração da farinha; a preparação da massa, que era amassada com os pés; e os conhecimentos empíricos sobre fermentação.
No entanto, os egípcios não sabiam que os principais responsáveis pelo processo de fermentação da massa eram os fungos unicelulares Saccharomyces cerevisiae, conhecidos como leveduras. Nesse processo, a massa se expande e se torna mais aerada e leve.

Apesar de o termo biotecnologia ter sido introduzido no - FATEC 2023

Biologia - 2023

Apesar de o termo biotecnologia ter sido introduzido no mundo em 1919, as aplicações práticas relacionadas a essa área começaram em antigas civilizações com os processos fermentativos conhecidos por chineses para a produção de bebidas, por gregos e egípcios para a fabricação de pães, e por egípcios e mesopotâmicos para a produção de iogurtes e queijos.
Em 1674, os agentes causadores das fermentações não eram ainda conhecidos, mas nessa época o holandês Antonie Van Leeuwenhoek, por meio da visualização em um microscópio simples, descreveu, pela primeira vez, a existência de seres minúsculos que eram invisíveis a olho nu. No entanto, foi Louis Pasteur, cientista francês, duzentos anos depois, quem analisou os processos de fermentação de diversas substâncias e comprovou que eram causados pela ação de micro-organismos presentes no ar, derrubando a teoria, até então vigente, de que a fermentação era um processo exclusivamente químico.

A globalização é caracterizada pelo intenso intercâmbio - FATEC 2023

Geografia - 2023

A globalização é caracterizada pelo intenso intercâmbio econômico e sociocultural entre diferentes povos e lugares do planeta. Alguns fatores, como o avanço tecnológico nos meios de comunicação e transporte, ampliaram a inter-relação entre pessoas situadas em diferentes lugares do planeta.
Apesar de o termo globalização ter sido elaborado no final do século XX, esse processo não é um fenômeno recente, uma vez que tem início com as Grandes Navegações e foi construído pelo ser humano, no decorrer da História, por meio do seu relacionamento com a natureza, intermediado pelas técnicas. O resultado desse processo foi a intensificação do desenvolvimento das técnicas industriais, de comunicação e de transporte, integrando diferentes lugares do espaço geográfico cada vez mais.

A palavra tecnologia se refere a toda e qualquer técnica - FATEC 2023

História - 2023

A palavra tecnologia se refere a toda e qualquer técnica que tenha se desenvolvido devido à atividade humana. Propositais, sistemáticas e utilizadas para um determinado fim, as técnicas desenvolvidas na préhistória vão desde o domínio do fogo à invenção da roda e até mesmo à fundição de metais, que possibilitaram a sobrevivência dos homens na Terra.

Os termos destacados no texto são exemplos de paronomásia - FATEC 2020

Língua Portuguesa - 2020

O leitor encontra, neste belo número da Revista Katálysis, um panorama rico, denso e qualificado do que vem ocorrendo no mundo do trabalho hoje, com seus traços de “continuidade” e “descontinuidade”, num período em que o capitalismo aprofundou ainda mais as penalizações que está impondo ao universo laborativo, onde o “novo” e o “velho” se (re)configuram a partir da nova Divisão Internacional do Trabalho (DIT), que se reestruturou nas últimas décadas.
[...]
Se a Revolução Industrial, nos séculos XVIII e XIX, legou-nos um enorme processo de “desantropomorfização do trabalho” (Lukács); se o século XX pode ser caracterizado pelo que Braverman definiu como sendo a “era da degradação do trabalho”, as últimas décadas do século passado e os inícios do atual vêm presenciando a generalização de “outras formas e modalidades de precarização”, [...] aquela responsável pela geração do cybertariado (Ursula Huws), uma nova força de trabalho global que mescla intensamente “informatização” com “informalização”.[...]
As consequências são fortes: nesta fase de desmanche, estamos presenciando o derretimento dos poucos laços de sociabilidade, [...] sem presenciarmos uma ampliação da vida dotada de sentido, nem “dentro” e nem “fora” do trabalho. A vida se consolida, cada vez mais, como sendo desprovida de sentido no trabalho e, por outro lado, estranhada e fetichizada* também “fora” do trabalho, exaurindo-se no mundo sublimado do consumo (virtual ou real), ou na labuta incansável pelas qualificações de todo tipo, que são incentivadas como antídoto [...] para não perder o emprego daqueles que o têm.
É por isso que estamos presenciando uma desconstrução sem precedentes do trabalho em toda a era moderna, ampliando os diversos modos de ser da precarização e do desemprego estrutural. Resta para a “classe-que-vive-dotrabalho” oscilar, ao modo dos pêndulos, entre a busca de qualquer “labor” e a vivência do desemprego.
Este número especial da Revista Katálysis, dedicado às novas configurações do trabalho na sociedade capitalista, é uma contribuição efetiva para a linhagem crítica, atualizada e original, tanto pelos temas selecionados, quanto pela qualidade e competência dos colaboradores presentes, ajudando a descortinar tantos elementos que configuram a “nova morfologia do trabalho”, seus dilemas e desafios.
*fetichizar: ação de admirar exageradamente, irrestritamente, incondicionalmente uma pessoa ou coisa.

Os termos “continuidade”, “desconstrução” e “desmanche” - FATEC 2020

Língua Portuguesa - 2020

O leitor encontra, neste belo número da Revista Katálysis, um panorama rico, denso e qualificado do que vem ocorrendo no mundo do trabalho hoje, com seus traços de “continuidade” e “descontinuidade”, num período em que o capitalismo aprofundou ainda mais as penalizações que está impondo ao universo laborativo, onde o “novo” e o “velho” se (re)configuram a partir da nova Divisão Internacional do Trabalho (DIT), que se reestruturou nas últimas décadas.
[...]
Se a Revolução Industrial, nos séculos XVIII e XIX, legou-nos um enorme processo de “desantropomorfização do trabalho” (Lukács); se o século XX pode ser caracterizado pelo que Braverman definiu como sendo a “era da degradação do trabalho”, as últimas décadas do século passado e os inícios do atual vêm presenciando a generalização de “outras formas e modalidades de precarização”, [...] aquela responsável pela geração do cybertariado (Ursula Huws), uma nova força de trabalho global que mescla intensamente “informatização” com “informalização”.[...]
As consequências são fortes: nesta fase de desmanche, estamos presenciando o derretimento dos poucos laços de sociabilidade, [...] sem presenciarmos uma ampliação da vida dotada de sentido, nem “dentro” e nem “fora” do trabalho. A vida se consolida, cada vez mais, como sendo desprovida de sentido no trabalho e, por outro lado, estranhada e fetichizada* também “fora” do trabalho, exaurindo-se no mundo sublimado do consumo (virtual ou real), ou na labuta incansável pelas qualificações de todo tipo, que são incentivadas como antídoto [...] para não perder o emprego daqueles que o têm.
É por isso que estamos presenciando uma desconstrução sem precedentes do trabalho em toda a era moderna, ampliando os diversos modos de ser da precarização e do desemprego estrutural. Resta para a “classe-que-vive-dotrabalho” oscilar, ao modo dos pêndulos, entre a busca de qualquer “labor” e a vivência do desemprego.
Este número especial da Revista Katálysis, dedicado às novas configurações do trabalho na sociedade capitalista, é uma contribuição efetiva para a linhagem crítica, atualizada e original, tanto pelos temas selecionados, quanto pela qualidade e competência dos colaboradores presentes, ajudando a descortinar tantos elementos que configuram a “nova morfologia do trabalho”, seus dilemas e desafios.
*fetichizar: ação de admirar exageradamente, irrestritamente, incondicionalmente uma pessoa ou coisa.

Dentre as propostas de reescrita dos diferentes trechos - FATEC 2020

Língua Portuguesa - 2020

O leitor encontra, neste belo número da Revista Katálysis, um panorama rico, denso e qualificado do que vem ocorrendo no mundo do trabalho hoje, com seus traços de “continuidade” e “descontinuidade”, num período em que o capitalismo aprofundou ainda mais as penalizações que está impondo ao universo laborativo, onde o “novo” e o “velho” se (re)configuram a partir da nova Divisão Internacional do Trabalho (DIT), que se reestruturou nas últimas décadas.
[...]
Se a Revolução Industrial, nos séculos XVIII e XIX, legou-nos um enorme processo de “desantropomorfização do trabalho” (Lukács); se o século XX pode ser caracterizado pelo que Braverman definiu como sendo a “era da degradação do trabalho”, as últimas décadas do século passado e os inícios do atual vêm presenciando a generalização de “outras formas e modalidades de precarização”, [...] aquela responsável pela geração do cybertariado (Ursula Huws), uma nova força de trabalho global que mescla intensamente “informatização” com “informalização”.[...]
As consequências são fortes: nesta fase de desmanche, estamos presenciando o derretimento dos poucos laços de sociabilidade, [...] sem presenciarmos uma ampliação da vida dotada de sentido, nem “dentro” e nem “fora” do trabalho. A vida se consolida, cada vez mais, como sendo desprovida de sentido no trabalho e, por outro lado, estranhada e fetichizada* também “fora” do trabalho, exaurindo-se no mundo sublimado do consumo (virtual ou real), ou na labuta incansável pelas qualificações de todo tipo, que são incentivadas como antídoto [...] para não perder o emprego daqueles que o têm.
É por isso que estamos presenciando uma desconstrução sem precedentes do trabalho em toda a era moderna, ampliando os diversos modos de ser da precarização e do desemprego estrutural. Resta para a “classe-que-vive-dotrabalho” oscilar, ao modo dos pêndulos, entre a busca de qualquer “labor” e a vivência do desemprego.
Este número especial da Revista Katálysis, dedicado às novas configurações do trabalho na sociedade capitalista, é uma contribuição efetiva para a linhagem crítica, atualizada e original, tanto pelos temas selecionados, quanto pela qualidade e competência dos colaboradores presentes, ajudando a descortinar tantos elementos que configuram a “nova morfologia do trabalho”, seus dilemas e desafios.
*fetichizar: ação de admirar exageradamente, irrestritamente, incondicionalmente uma pessoa ou coisa.

Assinale a alternativa que apresenta uma análise correta - FATEC 2020

Língua Portuguesa - 2020

O leitor encontra, neste belo número da Revista Katálysis, um panorama rico, denso e qualificado do que vem ocorrendo no mundo do trabalho hoje, com seus traços de “continuidade” e “descontinuidade”, num período em que o capitalismo aprofundou ainda mais as penalizações que está impondo ao universo laborativo, onde o “novo” e o “velho” se (re)configuram a partir da nova Divisão Internacional do Trabalho (DIT), que se reestruturou nas últimas décadas.
[...]
Se a Revolução Industrial, nos séculos XVIII e XIX, legou-nos um enorme processo de “desantropomorfização do trabalho” (Lukács); se o século XX pode ser caracterizado pelo que Braverman definiu como sendo a “era da degradação do trabalho”, as últimas décadas do século passado e os inícios do atual vêm presenciando a generalização de “outras formas e modalidades de precarização”, [...] aquela responsável pela geração do cybertariado (Ursula Huws), uma nova força de trabalho global que mescla intensamente “informatização” com “informalização”.[...]
As consequências são fortes: nesta fase de desmanche, estamos presenciando o derretimento dos poucos laços de sociabilidade, [...] sem presenciarmos uma ampliação da vida dotada de sentido, nem “dentro” e nem “fora” do trabalho. A vida se consolida, cada vez mais, como sendo desprovida de sentido no trabalho e, por outro lado, estranhada e fetichizada* também “fora” do trabalho, exaurindo-se no mundo sublimado do consumo (virtual ou real), ou na labuta incansável pelas qualificações de todo tipo, que são incentivadas como antídoto [...] para não perder o emprego daqueles que o têm.
É por isso que estamos presenciando uma desconstrução sem precedentes do trabalho em toda a era moderna, ampliando os diversos modos de ser da precarização e do desemprego estrutural. Resta para a “classe-que-vive-dotrabalho” oscilar, ao modo dos pêndulos, entre a busca de qualquer “labor” e a vivência do desemprego.
Este número especial da Revista Katálysis, dedicado às novas configurações do trabalho na sociedade capitalista, é uma contribuição efetiva para a linhagem crítica, atualizada e original, tanto pelos temas selecionados, quanto pela qualidade e competência dos colaboradores presentes, ajudando a descortinar tantos elementos que configuram a “nova morfologia do trabalho”, seus dilemas e desafios.
*fetichizar: ação de admirar exageradamente, irrestritamente, incondicionalmente uma pessoa ou coisa.

De acordo com as informações verbais e não verbais - FATEC 2020

Língua Portuguesa - 2020

Leia a charge.

FATEC 2020

Os tipos sanguíneos do sistema ABO são caracterizados - FATEC 2020

Biologia - 2020

Os tipos sanguíneos do sistema ABO são caracterizados pela presença ou ausência de aglutinogênios e aglutininas. O sangue tipo B, por exemplo, possui como principal característica a presença do aglutinogênio B nas hemácias e da aglutinina anti-A no plasma.
Esses tipos sanguíneos são codificados pela presença de três alelos múltiplos: IA, IB e i.
Entre os alelos IA e IB, ocorre codominância, ou seja, ambos os alelos se expressam. Entretanto, esses alelos são dominantes sobre o alelo i.
Considere a seguinte situação: uma mulher, que possui aglutinina anti-A no seu sangue, teve um filho do grupo O.

O esquema representa o ciclo reprodutivo de uma - FATEC 2020

Biologia - 2020

O esquema representa o ciclo reprodutivo de uma pteridófita (samambaia).

FATEC 2020

Os nematelmintos são vermes que causam diversas doenças, - FATEC 2020

Biologia - 2020

Os nematelmintos são vermes que causam diversas doenças, mas geralmente não provocam a morte do hospedeiro, o que pode ser interpretado como uma grande adaptação à vida parasitária. É vantajoso ao parasita que o hospedeiro resista à parasitose, pois, se este morrer, o parasita perderá a moradia e a fonte de alimentação.
Os textos se referem a dois tipos diferentes de doenças comuns no Brasil, causadas por nematelmintos nos seres humanos.
I. Verminose, habitualmente sem sintomatologia, mas que pode se manifestar por dor abdominal, diarreia, náuseas e anorexia. Quando há grande número de vermes, pode ocorrer quadro de obstrução intestinal. A contaminação ocorre por meio da ingestão dos ovos infectantes do parasita, procedentes do solo, água ou alimentos contaminados com fezes humanas.
II. Verminose que pode ser assintomática em caso de infecções leves. Em crianças com parasitismo intenso, pode ocorrer queda na quantidade de proteína sanguínea e atraso no desenvolvimento físico e mental. Com frequência, dependendo da intensidade da infecção, acarreta anemia por redução de ferro. A transmissão acontece por meio de contato, geralmente dos pés, com as larvas desse parasita, que vive no solo. Não se transmite de pessoa a pessoa. Os indivíduos infectados, quando não são adequadamente tratados, podem contaminar o solo. No Brasil, predomina nas áreas rurais, principalmente sem saneamento, cujas populações têm como hábito andar descalças.

Assim como as bactérias, os fungos desempenham o papel de - FATEC 2020

Biologia - 2020

Assim como as bactérias, os fungos desempenham o papel de decompositores na natureza, possibilitando que outros seres vivos reaproveitem os elementos químicos da matéria decomposta. Além disso, alguns fungos, popularmente conhecidos como cogumelos, crescem perto de plantas. As hifas, filamentos microscópicos desses fungos, desenvolvem-se no solo, onde se enrolam e, às vezes, penetram nas raízes das árvores, formando as chamadas micorrizas.

Os cientistas que realizam pesquisas históricas com base - FATEC 20230

Biologia - 2020

Os cientistas que realizam pesquisas históricas com base nos anéis de crescimento das árvores organizam amostras de madeiras de plantas vivas e mortas para determinar as condições climáticas do passado em regiões específicas. Isso é possível porque, em certas espécies, principalmente em regiões de clima temperado, o número de anéis de crescimento corresponde exatamente ao número de anos de existência da árvore, sendo que, durante cada inverno, a atividade do câmbio é interrompida e, posteriormente, retomada na primavera. Além disso, a espessura do caule varia de acordo com diversos fatores ambientais, tais como luminosidade, temperatura, regime de chuvas, água disponível no solo e duração do período de crescimento. Quando as condições são favoráveis, os anéis são largos; em condições desfavoráveis, eles são mais estreitos.

“O livre mercado é um termo conciso para designar um - FATEC 2020

Física - 2020

“O livre mercado é um termo conciso para designar um arranjo de trocas que ocorrem na sociedade. Cada troca acontece como um acordo voluntário entre duas pessoas ou entre grupos de pessoas representados por agentes. Esses indivíduos, ou seus agentes, trocam dois bens econômicos, tanto commodities tangíveis quanto serviços não-tangíveis.”

“No Oriente Médio, nos anos 1950, à medida que o velho - FATEC 2020

Geografia - 2020

“No Oriente Médio, nos anos 1950, à medida que o velho Império Britânico retirava-se e se reduzia a seu arquipélago inicial, os Estados Unidos substituíam-no. Para isso, colocou à frente dos países dessa região seus “homens”, sobretudo na Arábia Saudita e no Irã, principais produtores de petróleo do mundo – junto com a Venezuela, na época já sob controle estadunidense.”

A distância real entre a cidade A e a cidade B é de 1 500 - FATEC 2020

Geografia - 2020

A distância real entre a cidade A e a cidade B é de 1 500 quilômetros. Em um determinado mapa, essa distância é de 50 centímetros.

“A América do Sul ficou como um continente isolado no - FATEC 2020

Geografia - 2020

“A América do Sul ficou como um continente isolado no oceano durante milhões de anos. A região amazônica era um ambiente de sedimentação e os rios equatoriais corriam no sentido oposto ao atual, desaguando no Pacífico, na atual região do golfo de Guayaquil, no Equador”.

O Brasil é reconhecido internacionalmente por seu amplo - FATEC 2020

Geografia - 2020

O Brasil é reconhecido internacionalmente por seu amplo programa de imunização, que disponibiliza vacinas gratuitamente à população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Criado em 1973, o Programa Nacional de Imunização (PNI) teve início com 4 tipos de vacinas e, hoje, oferece 27 à população sem qualquer custo. Nem mesmo a crise econômica afeta o bilionário orçamento da iniciativa, o qual foi de R$ 3,9 bilhões em 2017.
No entanto, a cobertura vacinal no Brasil está em queda. Números do PNI analisados pela BBC Brasil, em 2017, mostram que o governo tem tido cada vez mais dificuldades em bater a meta de vacinar a maior parte da população. Um exemplo é a poliomielite: a doença, responsável pela paralisia infantil, está erradicada no País desde 1990.
Para o governo, é cedo para dizer se há tendência de queda real ou se são oscilações por mudanças em curso no sistema de notificação; porém, os números já preocupam. “Ainda é muito precoce para dizer se há oscilação real, mas estamos preocupados, sim.
O sinal amarelo acendeu,” afirma a coordenadora do PNI. O que o governo mais teme é que a redução de pessoas vacinadas crie bolsões de indivíduos suscetíveis a doenças antigas e controladas no País.

Recentemente, uma empresa britânica apresentou um - FATEC 2020

Física - 2020

Recentemente, uma empresa britânica apresentou um protótipo de um motor a jato hipersônico que permitirá às aeronaves comerciais voarem a uma velocidade muito acima da velocidade do som, fazendo com que uma viagem de São Paulo à Austrália dure, aproximadamente, 4 horas (atualmente essa viagem dura cerca de 24 horas). Isso só é possível devido ao fato de o motor ser ali - mentado por uma mistura de hidrogênio e oxigênio. Esse motor “suga” o ar à sua frente fazendo com que os gases, antes de entrarem no combustor, sejam resfriados por um sistema denominado pre-cooler. Esse dispositivo consegue resfriar os gases variando a temperatura 1 000 K em cerca de 50 ms. Assim, ele aumenta a eficiência de combustível.

Na Teoria da Relatividade Restrita de Einstein, dois - FATEC 2020

Física - 2020

Na Teoria da Relatividade Restrita de Einstein, dois conceitos estudados referem-se ao fato de que, ao considerar um objeto propagando-se à velocidade da luz, podemos verificar

Em 2019 comemora-se, em todo o mundo, o centenário das - FATEC 2020

Física - 2020

Em 2019 comemora-se, em todo o mundo, o centenário das observações astronômicas realizadas na cidade de Sobral (CE), durante o eclipse solar de 29 de maio de 1919. As medidas da deflexão da luz decorrentes das estrelas na borda do Sol constituíram uma prova fundamental para a confirmação da Teoria da Relatividade Geral do físico Albert Einstein.

O tether consiste em dois objetos fixos nas duas - FATEC 2020

Física - 2020

O tether consiste em dois objetos fixos nas duas extremidades de um cabo. A pesquisadora brasileira Alessandra F. S. Ferreira, da Unesp de Guaratinguetá (SP), foi agraciada com o prêmio Mario Grossi no evento internacional Tether in Space 2019 (em Madrid). Em seu estudo, ela propôs a aplicação de um cabo fino e rígido de 100 km de comprimento com uma ponta ancorada na superfície de um corpo celeste, como um asteroide por exemplo. A outra ponta estará ancorada em um veículo espacial, conforme apresentado na figura. Assim, a técnica poderá ser utilizada para economizar energia e aumentar o impulso em viagens espaciais mais longas.

FATEC 2020

Uma espaçonave de 100 toneladas, navegando a uma velocidade tangencial aproximada de 28,8 mil km/h, acopla-se ao cabo citado de 100 km de extensão ancorado em um asteroide (considerado aqui como um ponto material em repouso).

Considere o gráfico de velocidade vertical por tempo - FATEC 2020

Física - 2020

Considere o gráfico de velocidade vertical por tempo

FATEC 2020

Na figura temos um mapa onde se localiza a Praça Tales de - FATEC 2020

Matemática - 2020

Na figura temos um mapa onde se localiza a Praça Tales de Mileto. A prefeitura pretende cobri-la completamente com grama.
Considere retilíneos esses trechos de ruas e avenidas

FATEC 2020

Admita que a medida do ângulo agudo formado entre a Rua Fibonacci e a Avenida Descartes é igual a 60º, e que a Avenida Bhaskara é paralela à Avenida Descartes.

Um aprendiz de feiticeiro, numa experiência investigativa - FATEC 2020

Matemática - 2020

Um aprendiz de feiticeiro, numa experiência inves - tigativa, tem a sua disposição cinco substâncias distintas entre as quais deverá escolher três distintas para fazer uma poção. No entanto, duas dessas cinco substâncias, quando misturadas, anulam qualquer efeito reativo.

Um tanque de combustível contém 50 litros de uma mistura - FATEC 2020

Matemática - 2020

Um tanque de combustível contém 50 litros de uma mistura de gasolina e álcool na razão 2:3, nessa ordem.
Deseja-se acrescentar à mistura N litros de álcool para que a razão de gasolina e álcool, nessa ordem, passe a ser 1:3.

Uma empresa trabalha com fretamento de ônibus para o - FATEC 2020

Matemática - 2020

Uma empresa trabalha com fretamento de ônibus para o litoral. O valor cobrado por passageiro, no caso dos 50 lugares disponíveis serem todos ocupados, é de R$ 40,00. No caso de não ocorrer a lotação máxima, cada passageiro deverá pagar R$ 2,00 a mais por assento vazio.

Amanda resolveu complementar seu orçamento doméstico - FATEC 2020

Matemática - 2020

Amanda resolveu complementar seu orçamento domés - tico como motorista por aplicativo. Como já possui um automóvel inscreveu-se numa plataforma em que o valor cobrado do passageiro por viagem depende basicamente de três fatores:
• o valor fixo de R$ 2,00 cobrado no início de qualquer viagem;
• o valor de R$ 0,26 por minuto de viagem;
• o valor de R$ 1,40 por quilômetro rodado.
Além disso, Amanda sabe que
• a plataforma do aplicativo retém um quarto do valor pago pelo passageiro;
• terá um custo de combustível no valor de R$ 0,28 por quilômetro rodado.
Suponha que ela realizará apenas viagens de 5 km, com duração de 10 minutos cada.

A diretora do grupo Runnymede acredita que o panorama - FATEC 2020

Inglês - 2020

Minority ethnic Britons face ‘shocking’ job discrimination

Haroon Siddique

Thu 17 Jan 2019 17.00 GMT Last modified on Fri 18 Jan 2019 00.50 GMT

A study by experts based at the Centre for Social Investigation at Nuffield College, University of Oxford, found applicants from minority ethnic backgrounds had to send 80% more applications to get a positive response from an employer than a white person of British origin.
A linked study by the same researchers, comparing their results with similar field experiments dating back to 1969, found discrimination against black Britons and those of south Asian origin – particularly Pakistanis – unchanged over almost 50 years.
The research, part of a larger cross-national project funded by the European Union and shared exclusively with the Guardian before its official launch, prompted concerns that race relations legislation had failed.
It echoes findings published as part of the Guardian’s Bias in Britain series that people from minority ethnic backgrounds face discrimination when seeking a room to rent. In a snapshot survey of online flatshare ads the Guardian found that an applicant called Muhammad was significantly less likely to receive a positive response than an applicant called David.
Prof Anthony Heath, co-author and emeritus fellow of Nuffield College, said: “The absence of any real decline in discrimination against black British and people of Pakistani background is a disturbing finding, which calls into question the effectiveness of previous policies. Ethnic inequality remains a burning injustice and there needs to be a radical rethink about how to tackle it.”
Dr Zubaida Haque, the deputy director of the race equality thinktank Runnymede, described the findings as shocking. They demonstrated that “it’s not just covert racism or unconscious bias that we need to worry about; it’s overt and conscious racism, where applicants are getting shortlisted on the basis of their ethnicity and/or name”, she said.
“It’s clear that race relations legislation is not sufficient to hold employers to account. There are no real consequences for employers of racially discriminating in subtle ways, but for BME* applicants or employees it means higher unemployment, lower wages, poorer conditions and less security in work and life.”
*BME – Black and Minority Ethnicity

Segundo a fala da Dra. Zubaida Haque, o mais preocupante - FATEC 2020

Inglês - 2020

Minority ethnic Britons face ‘shocking’ job discrimination

Haroon Siddique

Thu 17 Jan 2019 17.00 GMT Last modified on Fri 18 Jan 2019 00.50 GMT

A study by experts based at the Centre for Social Investigation at Nuffield College, University of Oxford, found applicants from minority ethnic backgrounds had to send 80% more applications to get a positive response from an employer than a white person of British origin.
A linked study by the same researchers, comparing their results with similar field experiments dating back to 1969, found discrimination against black Britons and those of south Asian origin – particularly Pakistanis – unchanged over almost 50 years.
The research, part of a larger cross-national project funded by the European Union and shared exclusively with the Guardian before its official launch, prompted concerns that race relations legislation had failed.
It echoes findings published as part of the Guardian’s Bias in Britain series that people from minority ethnic backgrounds face discrimination when seeking a room to rent. In a snapshot survey of online flatshare ads the Guardian found that an applicant called Muhammad was significantly less likely to receive a positive response than an applicant called David.
Prof Anthony Heath, co-author and emeritus fellow of Nuffield College, said: “The absence of any real decline in discrimination against black British and people of Pakistani background is a disturbing finding, which calls into question the effectiveness of previous policies. Ethnic inequality remains a burning injustice and there needs to be a radical rethink about how to tackle it.”
Dr Zubaida Haque, the deputy director of the race equality thinktank Runnymede, described the findings as shocking. They demonstrated that “it’s not just covert racism or unconscious bias that we need to worry about; it’s overt and conscious racism, where applicants are getting shortlisted on the basis of their ethnicity and/or name”, she said.
“It’s clear that race relations legislation is not sufficient to hold employers to account. There are no real consequences for employers of racially discriminating in subtle ways, but for BME* applicants or employees it means higher unemployment, lower wages, poorer conditions and less security in work and life.”
*BME – Black and Minority Ethnicity

De acordo com o Professor Anthony Heath, o que causa - FATEC 2020

Inglês - 2020

Minority ethnic Britons face ‘shocking’ job discrimination

Haroon Siddique

Thu 17 Jan 2019 17.00 GMT Last modified on Fri 18 Jan 2019 00.50 GMT

A study by experts based at the Centre for Social Investigation at Nuffield College, University of Oxford, found applicants from minority ethnic backgrounds had to send 80% more applications to get a positive response from an employer than a white person of British origin.
A linked study by the same researchers, comparing their results with similar field experiments dating back to 1969, found discrimination against black Britons and those of south Asian origin – particularly Pakistanis – unchanged over almost 50 years.
The research, part of a larger cross-national project funded by the European Union and shared exclusively with the Guardian before its official launch, prompted concerns that race relations legislation had failed.
It echoes findings published as part of the Guardian’s Bias in Britain series that people from minority ethnic backgrounds face discrimination when seeking a room to rent. In a snapshot survey of online flatshare ads the Guardian found that an applicant called Muhammad was significantly less likely to receive a positive response than an applicant called David.
Prof Anthony Heath, co-author and emeritus fellow of Nuffield College, said: “The absence of any real decline in discrimination against black British and people of Pakistani background is a disturbing finding, which calls into question the effectiveness of previous policies. Ethnic inequality remains a burning injustice and there needs to be a radical rethink about how to tackle it.”
Dr Zubaida Haque, the deputy director of the race equality thinktank Runnymede, described the findings as shocking. They demonstrated that “it’s not just covert racism or unconscious bias that we need to worry about; it’s overt and conscious racism, where applicants are getting shortlisted on the basis of their ethnicity and/or name”, she said.
“It’s clear that race relations legislation is not sufficient to hold employers to account. There are no real consequences for employers of racially discriminating in subtle ways, but for BME* applicants or employees it means higher unemployment, lower wages, poorer conditions and less security in work and life.”
*BME – Black and Minority Ethnicity

Segundo o texto, estudos indicam que a discriminação está - FATEC 2020

Inglês - 2020

Minority ethnic Britons face ‘shocking’ job discrimination

Haroon Siddique

Thu 17 Jan 2019 17.00 GMT Last modified on Fri 18 Jan 2019 00.50 GMT

A study by experts based at the Centre for Social Investigation at Nuffield College, University of Oxford, found applicants from minority ethnic backgrounds had to send 80% more applications to get a positive response from an employer than a white person of British origin.
A linked study by the same researchers, comparing their results with similar field experiments dating back to 1969, found discrimination against black Britons and those of south Asian origin – particularly Pakistanis – unchanged over almost 50 years.
The research, part of a larger cross-national project funded by the European Union and shared exclusively with the Guardian before its official launch, prompted concerns that race relations legislation had failed.
It echoes findings published as part of the Guardian’s Bias in Britain series that people from minority ethnic backgrounds face discrimination when seeking a room to rent. In a snapshot survey of online flatshare ads the Guardian found that an applicant called Muhammad was significantly less likely to receive a positive response than an applicant called David.
Prof Anthony Heath, co-author and emeritus fellow of Nuffield College, said: “The absence of any real decline in discrimination against black British and people of Pakistani background is a disturbing finding, which calls into question the effectiveness of previous policies. Ethnic inequality remains a burning injustice and there needs to be a radical rethink about how to tackle it.”
Dr Zubaida Haque, the deputy director of the race equality thinktank Runnymede, described the findings as shocking. They demonstrated that “it’s not just covert racism or unconscious bias that we need to worry about; it’s overt and conscious racism, where applicants are getting shortlisted on the basis of their ethnicity and/or name”, she said.
“It’s clear that race relations legislation is not sufficient to hold employers to account. There are no real consequences for employers of racially discriminating in subtle ways, but for BME* applicants or employees it means higher unemployment, lower wages, poorer conditions and less security in work and life.”
*BME – Black and Minority Ethnicity

O estudo mencionado no texto aponta para a discriminação - FATEC 2023

Inglês - 2020

Minority ethnic Britons face ‘shocking’ job discrimination

Haroon Siddique

Thu 17 Jan 2019 17.00 GMT Last modified on Fri 18 Jan 2019 00.50 GMT

A study by experts based at the Centre for Social Investigation at Nuffield College, University of Oxford, found applicants from minority ethnic backgrounds had to send 80% more applications to get a positive response from an employer than a white person of British origin.
A linked study by the same researchers, comparing their results with similar field experiments dating back to 1969, found discrimination against black Britons and those of south Asian origin – particularly Pakistanis – unchanged over almost 50 years.
The research, part of a larger cross-national project funded by the European Union and shared exclusively with the Guardian before its official launch, prompted concerns that race relations legislation had failed.
It echoes findings published as part of the Guardian’s Bias in Britain series that people from minority ethnic backgrounds face discrimination when seeking a room to rent. In a snapshot survey of online flatshare ads the Guardian found that an applicant called Muhammad was significantly less likely to receive a positive response than an applicant called David.
Prof Anthony Heath, co-author and emeritus fellow of Nuffield College, said: “The absence of any real decline in discrimination against black British and people of Pakistani background is a disturbing finding, which calls into question the effectiveness of previous policies. Ethnic inequality remains a burning injustice and there needs to be a radical rethink about how to tackle it.”
Dr Zubaida Haque, the deputy director of the race equality thinktank Runnymede, described the findings as shocking. They demonstrated that “it’s not just covert racism or unconscious bias that we need to worry about; it’s overt and conscious racism, where applicants are getting shortlisted on the basis of their ethnicity and/or name”, she said.
“It’s clear that race relations legislation is not sufficient to hold employers to account. There are no real consequences for employers of racially discriminating in subtle ways, but for BME* applicants or employees it means higher unemployment, lower wages, poorer conditions and less security in work and life.”
*BME – Black and Minority Ethnicity

Na equação 3, as ligações químicas I, II, III e IV, forma - FATEC 2023

Química - 2020

A Química do Slime

A jornada histórica do slime tem início nas primeiras décadas do século XX, quando James Wright criou um material com características muito parecidas com a borracha. Atualmente, devido às mais variadas formulações disponibilizadas em plataformas e mídias digitais, pode-se produzir o próprio slime em casa.
O slime caseiro pode ser produzido pela mistura de duas colheres de chá de bicarbonato de sódio (NaHCO3), 100 mL de água boricada (solução de ácido bórico, H3BO3) e 60 g de cola de isopor (constituída de poliacetato de vinila, PVAc). Quando misturamos o bicarbonato de sódio com o ácido bórico, ocorre uma reação química que produz gás carbônico, água e borato de sódio (Na3BO3).
A dissociação, em solução aquosa, do borato e do bicarbonato de sódio libera íons sódio (Na+), que vão interagir com as moléculas do PVAc, formando um composto de elevada viscosidade e elasticidade.
Os íons sódio interagem com a estrutura do PVAc conforme representado.

FATEC 2020

A reação entre o ácido bórico e o bicarbonato de sódio também origina o tetraborato de sódio, conhecido como “Bórax” (Na2B4O7). Este, em meio básico, transforma-se em tetrahidroxiborato, conforme representado na equação 1.

QFATEC 2020

O PVAc reage com moléculas de água produzindo álcool polivinílico (PVA), conforme representado na equação 2.

FATEC 2020

O tetrahidroxiborato reage com o PVA (equação 3), formando novas ligações que interligam as cadeias do polímero que constitui o slime.

FATEC 2020

Na equação 2, o nome da reação química que ocorre entre - FATEC 2023

Química - 2020

A Química do Slime

A jornada histórica do slime tem início nas primeiras décadas do século XX, quando James Wright criou um material com características muito parecidas com a borracha. Atualmente, devido às mais variadas formulações disponibilizadas em plataformas e mídias digitais, pode-se produzir o próprio slime em casa.
O slime caseiro pode ser produzido pela mistura de duas colheres de chá de bicarbonato de sódio (NaHCO3), 100 mL de água boricada (solução de ácido bórico, H3BO3) e 60 g de cola de isopor (constituída de poliacetato de vinila, PVAc). Quando misturamos o bicarbonato de sódio com o ácido bórico, ocorre uma reação química que produz gás carbônico, água e borato de sódio (Na3BO3).
A dissociação, em solução aquosa, do borato e do bicarbonato de sódio libera íons sódio (Na+), que vão interagir com as moléculas do PVAc, formando um composto de elevada viscosidade e elasticidade.
Os íons sódio interagem com a estrutura do PVAc conforme representado.

FATEC 2020

A reação entre o ácido bórico e o bicarbonato de sódio também origina o tetraborato de sódio, conhecido como “Bórax” (Na2B4O7). Este, em meio básico, transforma-se em tetrahidroxiborato, conforme representado na equação 1.

QFATEC 2020

O PVAc reage com moléculas de água produzindo álcool polivinílico (PVA), conforme representado na equação 2.

FATEC 2020

O tetrahidroxiborato reage com o PVA (equação 3), formando novas ligações que interligam as cadeias do polímero que constitui o slime.

FATEC 2020

A interação entre os íons sódio e as estruturas do PVAc é - FATEC 2023

Química - 2020

A Química do Slime

A jornada histórica do slime tem início nas primeiras décadas do século XX, quando James Wright criou um material com características muito parecidas com a borracha. Atualmente, devido às mais variadas formulações disponibilizadas em plataformas e mídias digitais, pode-se produzir o próprio slime em casa.
O slime caseiro pode ser produzido pela mistura de duas colheres de chá de bicarbonato de sódio (NaHCO3), 100 mL de água boricada (solução de ácido bórico, H3BO3) e 60 g de cola de isopor (constituída de poliacetato de vinila, PVAc). Quando misturamos o bicarbonato de sódio com o ácido bórico, ocorre uma reação química que produz gás carbônico, água e borato de sódio (Na3BO3).
A dissociação, em solução aquosa, do borato e do bicarbonato de sódio libera íons sódio (Na+), que vão interagir com as moléculas do PVAc, formando um composto de elevada viscosidade e elasticidade.
Os íons sódio interagem com a estrutura do PVAc conforme representado.

FATEC 2020

A reação entre o ácido bórico e o bicarbonato de sódio também origina o tetraborato de sódio, conhecido como “Bórax” (Na2B4O7). Este, em meio básico, transforma-se em tetrahidroxiborato, conforme representado na equação 1.

QFATEC 2020

O PVAc reage com moléculas de água produzindo álcool polivinílico (PVA), conforme representado na equação 2.

FATEC 2020

O tetrahidroxiborato reage com o PVA (equação 3), formando novas ligações que interligam as cadeias do polímero que constitui o slime.

FATEC 2020

Assinale a alternativa que contém a equação química - FATEC 2023

Química - 2020

A Química do Slime

A jornada histórica do slime tem início nas primeiras décadas do século XX, quando James Wright criou um material com características muito parecidas com a borracha. Atualmente, devido às mais variadas formulações disponibilizadas em plataformas e mídias digitais, pode-se produzir o próprio slime em casa.
O slime caseiro pode ser produzido pela mistura de duas colheres de chá de bicarbonato de sódio (NaHCO3), 100 mL de água boricada (solução de ácido bórico, H3BO3) e 60 g de cola de isopor (constituída de poliacetato de vinila, PVAc). Quando misturamos o bicarbonato de sódio com o ácido bórico, ocorre uma reação química que produz gás carbônico, água e borato de sódio (Na3BO3).
A dissociação, em solução aquosa, do borato e do bicarbonato de sódio libera íons sódio (Na+), que vão interagir com as moléculas do PVAc, formando um composto de elevada viscosidade e elasticidade.
Os íons sódio interagem com a estrutura do PVAc conforme representado.

FATEC 2020

A reação entre o ácido bórico e o bicarbonato de sódio também origina o tetraborato de sódio, conhecido como “Bórax” (Na2B4O7). Este, em meio básico, transforma-se em tetrahidroxiborato, conforme representado na equação 1.

QFATEC 2020

O PVAc reage com moléculas de água produzindo álcool polivinílico (PVA), conforme representado na equação 2.

FATEC 2020

O tetrahidroxiborato reage com o PVA (equação 3), formando novas ligações que interligam as cadeias do polímero que constitui o slime.

FATEC 2020

Considerando que uma colher de chá de bicarbonato de - FATEC 2023

Química - 2020

A Química do Slime

A jornada histórica do slime tem início nas primeiras décadas do século XX, quando James Wright criou um material com características muito parecidas com a borracha. Atualmente, devido às mais variadas formulações disponibilizadas em plataformas e mídias digitais, pode-se produzir o próprio slime em casa.
O slime caseiro pode ser produzido pela mistura de duas colheres de chá de bicarbonato de sódio (NaHCO3), 100 mL de água boricada (solução de ácido bórico, H3BO3) e 60 g de cola de isopor (constituída de poliacetato de vinila, PVAc). Quando misturamos o bicarbonato de sódio com o ácido bórico, ocorre uma reação química que produz gás carbônico, água e borato de sódio (Na3BO3).
A dissociação, em solução aquosa, do borato e do bicarbonato de sódio libera íons sódio (Na+), que vão interagir com as moléculas do PVAc, formando um composto de elevada viscosidade e elasticidade.
Os íons sódio interagem com a estrutura do PVAc conforme representado.

FATEC 2020

A reação entre o ácido bórico e o bicarbonato de sódio também origina o tetraborato de sódio, conhecido como “Bórax” (Na2B4O7). Este, em meio básico, transforma-se em tetrahidroxiborato, conforme representado na equação 1.

QFATEC 2020

O PVAc reage com moléculas de água produzindo álcool polivinílico (PVA), conforme representado na equação 2.

FATEC 2020

O tetrahidroxiborato reage com o PVA (equação 3), formando novas ligações que interligam as cadeias do polímero que constitui o slime.

FATEC 2020

Costuma-se definir a Guerra Fria como um período - FATEC 2023

História - 2020

Costuma-se definir a Guerra Fria como um período histórico de disputas estratégicas e conflitos entre Estados Unidos e União Soviética, os quais, entre o final da Segunda Guerra Mundial (1945) e o fim da União Soviética (1991), disputaram a hegemonia política, militar, tecnológica, econômica e social. É chamada de “fria” porque não houve um confronto direto entre as duas superpotências, mas houve enfrentamento indireto em diferentes conflitos regionais, tais como:

No Brasil, nas primeiras décadas do século XX, as - FATEC 2023

História - 2020

No Brasil, nas primeiras décadas do século XX, as mulheres formavam grande parte do operariado, especialmente as imigrantes: espanholas, italianas, portuguesas, húngaras, romenas, polonesas, lituanas e sírias. Em 1901, como afirma a historiadora Mary Del Priore, constituíam quase 68% da mão de obra empregada na indústria de fiação e tecelagem. Trabalhavam de 10 a 14 horas por dia, em péssimas condições de higiene e sob grande controle disciplinar. Além disso, os salários eram baixos, estavam constantemente sujeitas ao assédio sexual e não existia qualquer legislação trabalhista capaz de protegê-las de tal exploração. Somente a partir da década de 1930, depois de inúmeras manifestações operárias em todo o mundo, a legislação brasileira proporcionou garantias trabalhistas às mulheres. Na Era Vargas, anos 30, 40 e 50, houve a regulamentação do trabalho de mulheres e crianças, e o presidente Getúlio Vargas fixou a jornada de trabalho em 8 horas diárias.

Tinha cinco metros o mapa que dominou o encontro, que - FATEC 2023

História - 2020

Tinha cinco metros o mapa que dominou o encontro, que teve lugar na Chancelaria do Reich. Mostrava o continente, com rios, lagos, nomes de alguns locais e muitas manchas brancas.
Quando a Conferência chegou ao fim, depois de mais de três meses de discussões, ainda havia grandes extensões do continente onde nenhum europeu tinha posto os pés.
Representantes de diversos países deslocaram-se a convite do chanceler alemão Otto von Bismarck para dividirem o continente entre si, “em conformidade com o direito internacional”. Com duas exceções, todos os Estados que hoje compõem o continente foram divididos entre as potências coloniais poucos anos após o encontro. Muitos historiadores consideram que a Conferência foi o fundamento de futuros conflitos internos no continente.

O projeto de ocupação populacional da Colônia foi - FATEC 2023

História - 2020

O projeto de ocupação populacional da Colônia foi estabelecido entre 1534 e 1536, com a adoção do sistema de capitanias hereditárias, que já havia sido empregado com sucesso nas ilhas atlânticas e, além do Brasil, seria estendido à Angola. O objetivo do rei D. João III com o sistema de capitanias hereditárias era promover a ocupação territorial, transferindo o ônus para particulares. O sistema consistia na concessão pelo rei de extensos domínios a particulares, os quais recebiam uma carta de doação real e um foral, no qual estavam especificadas suas obrigações. O donatário, nome dado ao particular que recebia a capitania, tinha o direito de explorá-la economicamente, administrar a Justiça e, ao mesmo tempo, estava obrigado a se sujeitar à autoridade da Coroa, a recolher os tributos e a expandir a fé católica, entre outras atribuições. Cabia ao donatário, ainda, a concessão de sesmarias, grandes extensões de terras que estão na origem do latifúndio no Brasil. O sistema, contudo, começou a apresentar problemas para os donatários. Poucas foram as capitanias que efetivamente prosperaram.

A leitura do gráfico permite concluir, corretamente, que - FATEC 2023

História - 2020

Observe o gráfico.

FATEC 2020

No mundo digital, podem-se definir as cores com o auxílio - FATEC 2023

Raciocínio Lógico - 2020

No mundo digital, podem-se definir as cores com o auxílio de um sistema de códigos que é composto pelo sinal de sustenido (#) seguido por seis caracteres que podem ser algarismos (que vão de 0 até 9) ou letras (de A até F).
Deste modo, são exemplos de códigos que representam cores:

FATEC 2020

Douglas, aluno do curso de Instalações Elétricas, sabe - FATEC 2023

Raciocínio Lógico - 2020

Douglas, aluno do curso de Instalações Elétricas, sabe que a resistência elétrica de um fio é diretamente proporcional ao seu comprimento e inversamente proporcional ao quadrado do diâmetro de sua secção transversal.
Durante uma atividade prática do curso, Douglas precisou realizar uma melhoria em uma máquina. Para isso um fio deveria ser trocado por outro do mesmo material, mas cujo
• comprimento seria 60% maior; e
• diâmetro seria 20% menor.

A utilização de cadeira de rodas impõe limites a execução - FATEC 2023

Raciocínio Lógico - 2020

A utilização de cadeira de rodas impõe limites a execução de tarefas por dificultar a aproximação aos objetos e o alcance a elementos acima e abaixo do raio de ação de uma pessoa sentada. A dificuldade nas manobras com a cadeira de rodas pressupõe o estabelecimento de um raio mínimo para a execução de atividades. As figuras se baseiam nas recomendações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para manobras de rotação.

FATEC 2020

Observe os grupos de palavras que seguem uma determinada - FATEC 2023

Raciocínio Lógico - 2020

Observe os grupos de palavras que seguem uma determinada lógica:

FATEC 2020

Um grupo de 8 alunos da Fatec do curso de Têxtil e Moda - FATEC 2023

Raciocínio Lógico - 2020

Um grupo de 8 alunos da Fatec do curso de Têxtil e Moda está prestando consultoria a 32 startups. Cada uma dessas startups é auxiliada precisamente por 3 alunos desse grupo, e cada aluno auxilia o mesmo número de startups.

Carlos está desempregado já há algum tempo e resolveu - FATEC 2023

Matemática - 2020

Carlos está desempregado já há algum tempo e resolveu estudar a possibilidade de se tornar motorista de aplicativos. Pesquisando as possibilidades, encontrou uma simulação de quanto recebem os motoristas de aplicativos em viagens curtas de 5 quilômetros.

FATEC 2020

Leia o gráfico que apresenta a distribuição do trabalho - FATEC 2023

Matemática - 2020

Leia o gráfico que apresenta a distribuição do trabalho informal no Brasil, em milhões de trabalhadores, referente ao segundo trimestre de 2019.

FATEC 2020

Continua após a publicidade..