Disciplina: Língua Portuguesa 0 Curtidas

Era um gato preto, como convinha a um cultor das boas - ENEM 2023

Questão 29 - Caderno Azul
Atualizado em 29/02/2024
Continua após a publicidade..

Era um gato preto, como convinha a um cultor das boas letras, que já lera Poe traduzido por Baudelaire. Preto e gordo. E lerdo. Tão gordo e lerdo que a certa altura observei que ia perdendo inteiramente as qualidades características da raça, que são em suma o ódio de morte aos ratos. Já nem os afugentava! Os ratos de Ouro Preto são também dignos e solenes — não ria — tradicionalistas... descendentes de outros ratos que naqueles mesmos casarões presenciaram acontecimentos importantes da nossa história... No sobrado do desembargador Tomás Antônio Gonzaga, imagine o senhor uma reunião dos sonhadores inconfidentes, com os antepassados daqueles ratos a passearem pelo sótão ou mesmo pelo assoalho por entre as pernas dos homens absortos na esperança da independência nacional! E depois, os ancestres daqueles roedores que eu via agora deslizar sutilmente no meu quarto podiam ter subido pelo poste da ignomínia colonial, onde estava exposta a cabeça do Tiradentes! E quando as órbitas se descarnaram ignominiosamente, podiam até ter penetrado no recesso daquele crânio onde verdadeiramente ardera a literatura, com a simplicidade do heroísmo, a febre nacionalista...

Descrevendo seu gato, o narrador remete ao contexto e a protagonistas da Inconfidência para criar um efeito desconcertante centrado no

ALPHONSUS, J. Contos e novelas. Rio de Janeiro: Imago; Brasília: INL, 1976.

  1. desenho imaginativo do casario colonial de Ouro Preto.

  2. efeito de apagamento de limites entre ficção e realidade.

  3. vínculo estabelecido entre animais urbanos e literatura.

  4. questionamento sutil quanto à sanidade dos inconfidentes.

  5. contraste entre austeridade pomposa e imagem repugnante.

Continua após a publicidade..

Solução

Alternativa Correta: E

Ao descrever o seu gato, o narrador incorpora um contexto associado a aspectos solenes e dignos, cristalizados no sobrado do desembargador Tomás Antônio Gonzaga, onde ocorriam as reuniões em que era tramada a Inconfidência Mineira. O aspecto desconcertante ocorre quando o sonho dos inconfidentes é vinculado à baixeza dos ratos que frequentavam essa residência. Tal “ignonímia colonial” ganha destaque devido à imagem repugnante de ratos do século XVIII terem subido pelo poste, “onde estava exposta a cabeça de Tiradentes”.

Resolução adaptada de: Curso Objetivo

QrCode Estuda por aqui

Ajude-nos com uma doação!

Nós trabalhamos duro para manter este site e oferecer conteúdo de qualidade gratuitamente. Se você gostou do que oferecemos, por favor, considere fazer uma doação de qualquer valor através do PIX para nos ajudar a manter o site funcionando. Sua contribuição é muito valiosa para nós!
Chave PIX: contato@estudaporaqui.com.br
Recebedor: Wesley Rodrigues

Área do Conhecimento: Linguagens Códigos e suas tecnologias

Ano da Prova: 2023

Nível de Dificuldade da Questão: Difícil

Assuntos: Linguagens

Vídeo Sugerido: YouTube

Ainda não há comentários.

Autenticação necessária

É necessário iniciar sessão para comentar

Entrar Registrar