Voltar para Questões Diversas

Filosofia

Foram encontradas 138 questões
Exibindo questões de 1 a 100.

Aos poucos a visão mitica pré-estabelecida foi se rompendo para dar

Filosofia

Aos poucos a visão mitica pré-estabelecida foi se rompendo para dar lugar a forma científica de Alguns autores chamam de "milagre grego" a passagem do pensamento mítico para o pensamento racional e filosofico, que ocorreu principalmente com as teorizações dos pensadores pré-socráticos origem do universo e as transformações do cosmos.

Em relação a teoria das ideias de Platão, assinale a alternativa

Filosofia

Em relação a teoria das ideias de Platão, assinale a alternativa correta.

A filosofia surgiu na Grécia, no século VI a.C. Seus primeiros

Filosofia

A filosofia surgiu na Grécia, no século VI a.C. Seus primeiros filósofos foram os chamados pré-socráticos. Apesar das diferenças entre suas obras, o que eles apresentavam de comum?

A ética é um campo de investigação filosófico e, ao mesmo tempo

Filosofia

A ética é um campo de investigação filosófico e, ao mesmo tempo, o princípio que norteia a atividade científica. Ela contribui de diversas formas para o conhecimento científico e tecnológico e tem servido como indicador em inúmeros trabalhos de filosofia da ciência para detectar produções de qualidade altamente duvidosa e disciplinas com tendências pseudocientíficas. Inclusive, a ética já foi usada em conjunto com procedimentos experimentais para avaliar os experimentos conduzidos por um campo que nasceu como ciência, mas se tornou pseudociência.

“______________ em sentido amplo é o estudo dos juízos de valor que

Filosofia

“______________ em sentido amplo é o estudo dos juízos de valor que dizem respeito à conduta humana suscetível de qualificação do ponto de vista do bem e do mal, seja relativamente à determinada sociedade, seja de modo absoluto. Tem como objeto de estudo uma forma adequada de comportamento humano que os homens julgam valiosa, necessária e obrigatória.” Assinale o termo técnico que completa corretamente a afirmativa anterior.

Os jesuítas utilizavam o método Ratio Studiorum, que é o plano de

Filosofia

Os jesuítas utilizavam o método Ratio Studiorum, que é o plano de estudos e de métodos com base filosófica. Representa o primeiro sistema organizado de educação protestante. A educação dos jesuítas era destinada à formação da elite burguesa, para prepará-los a exercer a hegemonia cultural e política.

Talvez nenhum autor tenha feito tanto quanto __________ pela

Filosofia

Talvez nenhum autor tenha feito tanto quanto __________ pela compreensão de uma exigência universalista, incluindo os princípios do tipo que são capturados na muitas vezes repetida formulação: “Age sempre segundo um princípio tal que possas querer ao mesmo tempo que ele seja uma lei universal”. Em uma argumentação contratualista,__________ buscou a fixação de um princípio supremo da moralidade.

Considerando a doutrina de Kant acerca da ética, assinale a opção

Filosofia

Considerando a doutrina de Kant acerca da ética, assinale a opção correta.

Leia o texto. “Finalmente há um imperativo que, sem pôr

Filosofia

Leia o texto.

“Finalmente há um imperativo que, sem pôr no fundamento como condição qualquer outro objetivo a ser alcançado mediante uma certa conduta, ordena imediatamente essa conduta. Este imperativo é categórico. Ele não diz respeito à matéria da ação e ao que deve seguir-se dela, mas à forma e ao princípio do qual ela mesma decorre, e o essencialmente bom da ação consiste na disposição, seja qual for seu resultado. Este imperativo pode chamar-se de imperativo da moralidade”.

(KANT, I. Fundamentação da metafísica dos costumes. In: MARCONDES, D. Textos básicos de filosofia. 2 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000)

Partindo do ponto de vista do dualismo cartesiano, que afirmava haver

Filosofia

Partindo do ponto de vista do dualismo cartesiano, que afirmava haver duas substâncias diferentes: o corpo e a mente, surgem diversos contestamentos.

Considerando este contexto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre eles.

I - Diversos filósofos defenderam a ideia de não TER um corpo, mas sim SER um corpo.

PORQUE.

II - O contato com o mundo se dá através do corpo (órgãos do sentido) e este é o ponto de referência de si e dos outros dentro do espaço.

A esfera pública pode ser descrita como uma rede adequada para

Filosofia

A esfera pública pode ser descrita como uma rede adequada para a comunicação de conteúdos, tomadas de posição e opiniões; nela os fluxos comunicacionais são filtrados e sintetizados, a ponto de se condensarem em opiniões públicas enfeixadas em temas específicos. Do mesmo modo que o mundo da vida tomado globalmente, a esfera pública se reproduz através do agir comunicativo, implicando apenas o domínio de uma linguagem natural; ela está em sintonia com a compreensibilidade geral da prática comunicativa cotidiana. [...] Todavia, a esfera pública não se especializa em nenhuma destas direções; por isso quando abrange questões politicamente relevantes, ela deixa ao cargo do sistema político a elaboração especializada” (HABERMAS, 1997, p. 92).

Então, acaso a alma não raciocina melhor quando nenhum desses sentidos

Filosofia

Então, acaso a alma não raciocina melhor quando nenhum desses sentidos a perturbe, nem a vista, nem o ouvido, nem o prazer, nem a dor, mas quando se recolhe só em si mesma e, deixando o corpo e rompendo o contato e a comunhão com o corpo na medida do possível, com toda a força fixe o olhar no ser?

Platão, Fédon, 65 c-d. Marcelo Perine (Trad.) In: G. Reale. História da Filosofia Antiga, Vol. II. São Paulo: Ed. Loyola, 1997, p. 65

Leia o texto abaixo acerca da obra de Platão: “Para Platão, o que

Filosofia

Leia o texto abaixo acerca da obra de Platão:

“Para Platão, o que havia de verdadeiro em Parmênides era que o objeto de conhecimento é um objeto de razão e não de sensação, e era preciso estabelecer uma relação entre objeto racional e objeto sensível ou material que privilegiasse o primeiro em detrimento do segundo. Lenta, mas irresistivelmente, a Doutrina das Ideias formava-se em sua mente.”

A reflexão sobre o conhecimento é ampla e muitos foram os pensadores

Filosofia

A reflexão sobre o conhecimento é ampla e muitos foram os pensadores que se dedicaram a ela. Isto porque o ato de conhecer não é simples, nem óbvio. Dentre esses pensadores, destaca-se o filósofo e matemático René Descartes. Descartes se destaca no campo da concepção:

"Entre os fatores que impulsionaram o surgimento da filosofia estão

Filosofia

"Entre os fatores que impulsionaram o surgimento da filosofia estão os seguintes elementos: a compreensão de que a verdade deve ser justificada racionalmente, um discurso público e dialogado, baseado na troca de opiniões com argumentos persuasivos; o uso da escrita alfabética; as viagens marítimas e a evolução do comércio e do artesanato; a crença de que havia uma substância básica que estava por trás de todas as transformações na natureza e a busca por leis naturais que fossem eternas."

Entre os elementos que nortearam o surgimento da filosofia até a consolidação do método da dialética de Sócrates uma série de eventos históricos se passaram, a saber:

1. Trocas comerciais e culturais promovidas por diferentes civilizações, considerando estarem os gregos em uma encruzilhada de nações e culturas.
2. Tomada de consciência da ignorância e compreensão desse processo como início da filosofia.
3. Desenvolvimento da retórica e surgimento dos sofistas.
4. O uso do mito como narrativa que transmitia saberes e valores entre gerações e indivíduos.
5. Debates a respeito da Cosmologia e a ordem do mundo.

É essa incapacidade de dar respostas definitivas a questões

Filosofia

É essa incapacidade de dar respostas definitivas a questões inevitáveis, porque essenciais, um dos principais motivos por que, em Filosofia, precisamos voltar ao momento de origem, momento em que se formularam as perguntas mais radicais, no sentido de fundamentais, acerca do que quer que tenha exigido nossa reflexão e compreensão. MARCONDES, Danilo; FRANCO, Irley. A Filosofia: O que é? Para que serve? Rio de Janeiro: Zahar, 2011. A importância da Ética consolidou-se ao longo do desenvolvimento das civilizações, implicando reflexões importantes a respeito do homem e seus atos. Neste sentido, de acordo com o conteúdo apresentado, é correto afirmar que Escolha uma:

Os céticos são filósofos que questionam a possibilidade do ser humano

Filosofia

Os céticos são filósofos que questionam a possibilidade do ser humano em acessar a verdade. Tomando como referência seus conhecimentos sobre os céticos julgue as afirmativas a seguir em ( V ) Verdadeiras ou ( F ) Falsas.

( ) O termo "cético" tem origem no vocabulário grego e significa "aquele que investiga".
( ) Algumas etapas do ceticismo são a Epoché, Zétesis e a Ataraxia.
( ) Os céticos propõem uma forma única de se encontrar a verdade.
( ) Os céticos são contra posturas questionadoras.
( ) O ceticismo afirma que a razão é capaz de atingir a verdade.

Para a filósofa Hannah Arendt (1906-1975) a singularidade humana

SBC

Para a filósofa Hannah Arendt (1906-1975) a singularidade humana é demonstrada na interação do eucom o outro e, dessa condição da ação, surge a consciência da pluralidade, confirmando que o ser humano faz parte de um todo, de um grupo que deve ser ativo nas questões referentes ao mundo, isto é a consciência da liberdade Nesse sentido, analise a relação entre as afirmações

I - Os homens nascem livres para estabelecer diversas relações entre si, organizando sua vida coletiva, existe uma ligação inseparável entre a liberdade e a política

Porque

II - a ação e a política, entre todas as capacidades e potencialidades da vida humana, são as únicas coisas que não poderíamos sequer conceber sem ao menos admitir a existência da liberdade,

Quando se afirma que o conhecimento filosófico, ao investigar razões

Filosofia

Quando se afirma que o conhecimento filosófico, ao investigar razões mais amplas, não está fugindo da realidade, se está concordando com a afirmação de que:

"A escola não cumpre apenas a função de consagrar a "distinção"

Filosofia

"A escola não cumpre apenas a função de consagrar a "distinção" - no sentido duplo do termo - das classes cultivadas. A cultura que ela transmite separa os que a recebem do restante da sociedade mediante um conjunto de diferenças sistemáticas: aqueles que possuem como "cultura" (no sentido dos etnólogos) a cultura erudita veiculada pela escola dispõem de um sistema de categorias de percepção, de linguagem, de pensamento e de apreciação, que os distingue daqueles que só tiveram acesso à aprendizagem veiculada pelas obrigações de um ofício ou a que lhes foi transmitida pelos contatos sociais com seus semelhantes". (BOURDIEU, 2007, p. 221). BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007. A respeito do pensamento do sociólogo Pierre Bourdieu, analise as asserções e a relação proposta entre elas:

I-A escola acaba violentando os alunos na proposta velada de que todos devem seguir a "cultura legitima", quando o que realmente faz é exigir dos estudantes das classes populares uma herança que não receberam e que, por isso, não terão chances de sucesso, seja na vida escolar, seja na realização social.

PORQUE

II - A escola reproduz aquilo que é predeterminado pela classe dominante: sobre o capital cultural incorporado (língua, gosto e bom gosto, etc., como exemplos): há uma arbitrária determinação daquilo que deve ser seguido, e a escola toma como necessário e pressuposto tal capital para que o aluno tenha sucesso na escola.

Sobre a perspectiva de Michel Foucault, leia a afirmação abaixo

Filosofia

Sobre a perspectiva de Michel Foucault, leia a afirmação abaixo:

"A verdade para Foucault atua como um regime político, econômico e institucional, sendo que seus enunciados atribuem efeitos específicos de poder, já que tem o poder para tornar tais enunciados aceitos como verdadeiros".

(PREVITALLI, Ivete Miranda; VIEIRA, Hamilton E. Santos. Educação e diversidade. Londrina: Editora e Distribuidora Educacional S.A., 2017, p. 122).



Sobre a verdade na perspectiva de Foucault, leia as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta:

I - Para Foucault, as verdades não estão relacionadas ao poder, mas sim as estruturas linguísticas e semióticas.
II - A ciência, como produtora de conhecimento livre das amarras de poder, tem a função de questionar e desconstruir as verdades.
III - A ciência, enquanto produtora de conhecimento, atua no complexo sistema de estabelecer verdades e saberes.

O pensamento do filósofo Thomas Hobbes (1588-1679) sobre o estado de

Av1

O pensamento do filósofo Thomas Hobbes (1588-1679) sobre o estado de natureza humana, é expressa na seguinte frase: "o homem é o lobo do homem". De acordo com essa ideia os indivíduos constituiriam ameaças uns aos outros constantemente. Sobre o assunto em tela, analise a relação entre as proposições.

I - O conflito permanente e o medo, levariam os indivíduos a estabelecerem um pacto social, chamado Leviatā.

Porque

II - O leviatã seria a concepção de poder absoluto do Estado soberano, cedido pelos súditos, para assegurar a paz.

Nas últimas décadas ocorreram mudanças importantes no conceito

Filosofia

Nas últimas décadas ocorreram mudanças importantes no conceito de sociedade civil. Podemos afirmar que ela se refere:

Para Aristóteles ( 384-322 a.C.) a humanidade se organiza em

Filosofia

Para Aristóteles ( 384-322 a.C.) a humanidade se organiza em agrupamentos e isso, não é apenas uma apenas uma coincidencia ou uma casualidade, mas revela a natureza social que subsiste em cada um dos individuos que habita este planeta. A filosofia aristotélica, entende que a ética relacionada ás virtudes , que para serem alcansadas precisam de reflexão racional, sabedoria e prudencia".

Tem por objetivo indicar alguma coisa, demonstrar de algum modo

Filosofia

Tem por objetivo indicar alguma coisa, demonstrar de algum modo, revelar algo. Assinale a alternativa que corresponde a este conceito.

Nossa vida é repleta de experiências sensoriais. Cotidianamente vemos

Filosofia

Nossa vida é repleta de experiências sensoriais. Cotidianamente vemos publicidade, filmes, novelas, grafites pela rua, arquitetura, vitrinas em lojas, ouvimos músicas, ruídos, lemos notícias, livros, blogs e sites, enfim, nós somos estimulados a todo tempo. Esses estímulos nos fazem ter uma opinião sobre essa experiência. Podemos gostar ou não gostar, admirar ou odiar, ou seja, julgaremos e teremos uma opinião a respeito. A estética é uma abordagem que tem sua origem na palavra grega aisthetiké, que significa “conhecimento sensorial, experiência sensível, sensibilidade" e que se dedica a compreender as expressões humanas que tocam nossa sensibilidade.

(CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Editora Ática, 2008.)

De acordo com o filósofo Hobbes (1588-1679), o estado deve assegurar a

Av1

De acordo com o filósofo Hobbes (1588-1679), o estado deve assegurar a preservação de todos os indivíduos, garantindo a possibilidade de uma vida menos embrutecida e curta como era de se esperar no estado de natureza. Essa teoria política tem como base a paixão do medo, que significa:

Santo Agostinho de Hipona foi um pensador de grande importância para

Filosofia

Santo Agostinho de Hipona foi um pensador de grande importância para a Filosofia e para a Teologia cristã. Assinale a opção que traz seus conceitos corretamente definidos:

A clássica frase Penso, logo existo, considera apenas o ato de pensar

Filosofia

A clássica frase Penso, logo existo, considera apenas o ato de pensar como condição da existência. Essa dimensão racional pode se denominada como a essência do pensamento moderno, que permaneceu de modo hegemônico na sociedade.

Valorizar exageradamente o individualismo e negar os vínculos

Filosofia

Valorizar exageradamente o individualismo e negar os vínculos coletivos do ser humano, ignora o surgimento de problemas generalizados que dificultam o funcionamento da sociedade, isso afeta todos os indivíduos, ainda que em graus diferentes. Desemprego, desigualdade social e a violência são problemas sociais vinculados aos efeitos nocivos de uma competição individualista extrema, isso exige novas formas de pensar nossa realidade que incluam considerações de cunho coletivo.

Acerca dos problemas gerados pelo individualismo, analise as afirmativas a seguir, julgando as como V (verdadeiras) ou F (falsas):

( ) Pesquisa de 2017 aponta que se a população brasileira tivesse 100 habitantes, o cidadão mais rico teria uma renda 36,3 vezes maior do que os 50 mais pobres.
( ) Existem fatores que condicionam o comportamento individual, que não são propriamente vinculados ao individualismo, mas ao auto interesse.
( ) Existe a contrapartida com a a conduta que praticamos e que não visa obter ganhos pessoais, mas somos conduzidos por sentimentos de solidariedade ou simpatia, que justificam, por exemplo, doações e trabalhos voluntários.
( ) Padrões de comportamentos sociais específicos podem incluir variáveis distintas do auto interesse, na ação humana.

"[. ] julga, como Bacon, que o fim da filosofia é prático. Entretanto

Filosofia

"[. ] julga, como Bacon, que o fim da filosofia é prático. Entretanto - diversamente de Bacon, que julgava fim da filosofia o conhecimento da natureza para dominá-la (fim econômico) - [. ] pensa que o fim da filosofa é essencialmente moral; quer dizer: a filosofia deve proporcionar uma norma racional para a vida do homem. [. ] exclui absolutamente as ideias e os princípios inatos. Todas as nossas ideias e os princípios que deles se formam, derivam da experiência; antes da experiência o espírito é como uma folha em branco, uma tábula rasa. "

(PADOVANI e CASTAGNOLA, 1996, p. 322)

O senso comum é um conhecimento que se manifesta com muito mais

Filosofia

O senso comum é um conhecimento que se manifesta com muito mais frequência em nosso cotidiano do que os demais tipos de conhecimento. Contudo, o conhecimento filosófico é considerado como imprescindível para que possamos fazer escolhas mais imparciais e conscientes. Quanto ao conhecimento filosófico, assinale a alternativa correta:

Por nascer num determinado meio cultural e num determinado momento

Filosofia

Por nascer num determinado meio cultural e num determinado momento histórico, os seres humanos constroem maneiras particulares de compreender e interpretar o que está no seu entorno. Isso representa uma forma de conhecimento. Com relação à forma como o conhecimento é construído, analise as afirmativas a seguir:

I. A forma como os seres humanos constroem seu conhecimento está vinculada a uma determinação social e, sendo assim, as crenças permanecem inalteradas ao longo da vida.
II. Uma das formas de se construir conhecimento é por meio das informações advindas dos meios de comunicação, que sempre carregam uma intenção ainda que não explicitamente revelada.
III. A forma predominante de os seres humanos construírem seu entendimento sobre o mundo no início de suas vidas é na família, que irá exercer grande influência, porém não determinará sua manutenção ao longo da existência.
IV. A educação formal se configura num meio de levar à construção do conhecimento com base no acesso ao conhecimento científico.

Há diversos indícios empíricos da evolução das espécies. Alguns desses

Filosofia

Há diversos indícios empíricos da evolução das espécies. Alguns desses indícios são conhecidos desde Darwin, tais como o registro fóssil, as variações entre indivíduos de uma mesma espécie e a distribuição geográfica das espécies. Outros indícios provêm de estudos mais recentes, notadamente em genética. O conjunto desses indícios torna a teoria da evolução mais provavelmente verdadeira que qualquer outra hipótese alternativa. Essa inferência, em que se parte de indícios empíricos e se conclui com teorias ou enunciados gerais, é comumente chamada de inferência

Para o filósofo argentino Mario Bunge, no que concerne às teorias

Filosofia

Para o filósofo argentino Mario Bunge, no que concerne às teorias científicas, elas são postas à prova a partir de suas predições e dados. Se tais predições falham, a teoria é considerada falsa, ou ao menos, pouco verdadeira. As teorias geralmente não carregam conceitos radicalmente novos que descartam completamente as explicações anteriores, pois o progresso científico não é ilusório. Ainda que possamos não encontrar a verdade absoluta, as comprovações científicas oferecem verdades parciais que, com o tempo, fortalecem e permitem uma aproximação gradual da realidade. Assim, o progresso do conhecimento científico se dá pela substituição de teorias verdadeiras parcialmente por outros ainda mais próximas da verdade.

Considerando o contexto apresentado, analise o excerto a seguir.

_____________________ é a ideia segundo a qual um enunciado, uma hipótese ou uma teoria deve ser passível de ser colocada à prova. Por conta do conceito de ______________, experimentos mal-sucedidos são considerados para refletir sobre os desafios metodológicos e epistemológicos da ciência e para aumentar o rigor necessário durante a avaliação dos trabalhos científicos que são submetidos para revistas científicas. Já a ___________ é necessária pois interessa para a ciência a compatibilidade do corpo do conhecimento científico com as evidências, independente do que um cientista pensa a respeito.

"[...] o ciberespaço (que também chamarei de ‘rede’) é o meio

Filosofia

"[...] o ciberespaço (que também chamarei de ‘rede’) é o meio de comunicação que surge na interconexão mundial dos computadores. O termo especifica não apenas a infraestrutura material da comunicação digital, mas também o universo oceânico de informação que ela abriga, assim como os seres humanos que navegam e alimentam esse universo."
LÉVY, Pierre. Cibercultura. 2.ed. São Paulo: Editora 34, 2000.

Se a barbárie é o oposto da formação, a escola tem a tarefa de

Filosofia

Se a barbárie é o oposto da formação, a escola tem a tarefa de contribuir para a desbarbarização da humanidade, por mais “limitados que sejam seu âmbito e suas possibilidades” (ADORNO, 1999, 176). A questão é, porém, saber em que medida a educação não tem se transformado, ela própria, em uma teoria e prática legitimadoras da barbárie. (Ramos-de-Oliveira, 2014).

A disciplina é uma técnica de poder que implica uma vigilância

Filosofia

A disciplina é uma técnica de poder que implica uma vigilância perpétua e constante dos indivíduos. Não basta olhá-los às vezes ou ver se o que fizeram é conforme à regra. É preciso vigiá-los durante todo o tempo da atividade e submetê-los a uma perpétua pirâmide de olhares. É assim que no exército aparecem sistemas de graus que vão, sem interrupção, do general chefe até o íntimo soldado, como também os sistemas de inspeção, revistas, paradas desfiles etc., que permitem que cada indivíduo seja observado permanentemente. (FOUCAULT, 1979, p. 106).

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro, Graal: 1979.

No texto acima, Foucault, filósofo do século XX, falou sobre a disciplina. Marque a alternativa que aponta sua crítica nesse trecho.

Para que haja conduta ética é preciso que exista o agente consciente

Filosofia

Para que haja conduta ética é preciso que exista o agente consciente, isto é, aquele que conhece a diferença entre bem e mal, certo e errado, permitido e proibido, virtude e vício.[...]. Consciência e responsabilidade são condições indispensáveis da vida ética. (CHAUÍ, 2002, p. 337). No trecho acima, Chauí (2002) trata da ética.

Inicialmente, a escola seria apenas um ambiente em que as disposições

Filosofia

Inicialmente, a escola seria apenas um ambiente em que as disposições típicas de classe começam a contribuir para hierarquizar os indivíduos, afetando o seu desempenho. Trazendo para a escola as características psicológicas que expressam adaptação às suas condições de classe, como "atitude resignada com relação ao fracasso" e "baixa autoestima", as grandes massas tendem ao desempenho mais fraco e a ter expectativas profissionais mais baixas, o que significa apenas uma "avaliação inconsciente das probabilidades objetivas de sucesso". É a força determinante do habitus de classe fazendo com que os membros das classes inferiores se "auto releguem" ao desempenho sofrível e a baixas expectativas profissionais. (SILVA, 1995, p. 29). SILVA, Gilda Olinto do Vale. Capital cultural, gênero e classe em Bourdieu. In: INFORMARE - Cadernos do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Volume 1, n.º 2, 1995. Disponível em http://ridi.ibict.br/bitstream/123456789/215/1/OlintoSilvaINFORMAREv1n2.pdf . Acesso em 15 de fevereiro de 2017.

Em uma palavra: ela dissocia o poder do corpo; faz dele por um lado um

Filosofia

Em uma palavra: ela dissocia o poder do corpo; faz dele por um lado uma "aptidão", uma "capacidade" que ela procura aumentar; e inverte por outro lado a energia, a potência que poderia resultar disso, e faz dela uma relação de sujeição estrita. (FOUCAULT, 1987, p. 119).
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Trad. Raquel Ramalhete. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1987.

Determinando lugares individuais tornou possível o controle de cada um

Filosofia

Determinando lugares individuais tornou possível o controle de cada um e o trabalho simultâneo de todos. organizou uma nova economia do tempo de aprendizagem. Fez funcionar o espaço como uma máquina de ensinar, mas também de vigiar, de hierarquizar, de recompensar.¿ (Foucault, 1987, p. 126). Foucault, Michel. vigiar e punir: nascimento da prisão. trad. Raquel ramalhete. Petrópolis, rio de janeiro: vozes, 1987.

A "disciplina" não pode se identificar com uma instituição nem com um

Filosofia

A "disciplina" não pode se identificar com uma instituição nem com um aparelho; ela é um tipo de poder, uma modalidade para exercê-lo, que comporta todo um conjunto de instrumentos, de técnicas, de procedimentos, de níveis de aplicação, de alvos; ela é uma "física" ou uma "anatomia" do poder, uma tecnologia. (FOUCAULT, 1987, p. 177).
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Trad. Raquel Ramalhete. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1987.

O coração da dialética torna-se, assim, o movimento. E o motivo já

Filosofia

O coração da dialética torna-se, assim, o movimento. E o motivo já está claro para nós, pois sabemos que o movimento é a própria natureza do espírito, é o "permanecer do dispensar", é o cerne do real. [...] esse movimento dialético nada mais poderá ser senão uma espécie de movimento circular ou movimento espiral com ritmo triádico. (Adaptado de Reale e Antiseri, 2005, p. 106). Leia atentamente o trecho acima que se refere ao movimento espiral da dialética de Hegel. Nele, os autores fazem menção a um ritmo triádico, ou seja, que envolve três momentos e que possibilita a dinâmica desse movimento.

Substancialmente, para Marx, a filosofia de Hegel interpreta o mundo

Filosofia

Substancialmente, para Marx, a filosofia de Hegel interpreta o mundo de cabeça para baixo: é ideologia. Hegel raciocina como se as instituições existentes, como, por exemplo, a herança, derivassem de puras necessidades racionais, legitimando assim a ordem existente. A realidade é que, segundo Marx, Hegel transforma em verdades filosóficas dados que são puros fatos históricos e empíricos. E, assim, "por toda parte Hegel cai do seu espiritualismo político para o mais crasso materialismo". (REALE e ANTISERI, 2005, p. 173).

Ao explicar o movimento gerador da realidade, Hegel desenvolve uma

Filosofia

Ao explicar o movimento gerador da realidade, Hegel desenvolve uma dialética idealista: a racionalidade não é mais um modelo a se aplicar, mas é o próprio tecido do real e do pensamento. Na Filosofia do Direito, Hegel diz que o mundo é a manifestação da ideia: “o real é racional e o racional é real”. A verdade, nesse caso, deixa de ser um fato para ser um resultado do desenvolvimento do espírito. (ARANHA, 2009, p. 186).

E Todas as nossas ideias e os princípios que deles se formam, derivam

Filosofia

“E Todas as nossas ideias e os princípios que deles se formam, derivam da experiência; antes da experiência o espírito é como uma folha em branco, uma tábula rasa.” (PADOVANI e CASTAGNOLA, 1996, p. 322). Conceber o indivíduo como uma tábula rasa, levando em consideração que todas as ideias se baseiam em experiências consiste em pressupostos da concepção filosófica de:

Esse período do pensamento cristão marca o momento em que a filosofia

Filosofia

Esse período do pensamento cristão marca o momento em que a filosofia passa a ser ensinada nas escolas, pelos mestres. As matérias ensinadas nas escolas medievais eram representadas pelas artes liberais, o trívio (gramática, retórica, dialética) e o quadrívio (aritmética, geometria, astronomia e música). A filosofia consiste no sobressalto da dialética.

Na Grécia Antiga, até por volta do séc. VI a.C., o pensamento humano

Filosofia

Na Grécia Antiga, até por volta do séc. VI a.C., o pensamento humano obedecia a determinadas concepções de mundo que eram povoadas por seres divinos que influenciavam diretamente a vida dos seres humanos, os mortais. A situação foi alterada quando, em virtude de diversas transformações políticas e sociais, os cidadãos de Atenas começaram a perceber a necessidade de outra organização da vida social. Assim, de forma gradativa nasceu outra forma de pensar.

Os reflexos do romantismo sobre o processo educativo se concretizam

Filosofia

"Os reflexos do romantismo sobre o processo educativo se concretizam na oposição ao intelectualismo preconizado pelo Iluminismo, sob o lema "Voltar à Natureza". [. ] entende por Natureza a vida original, pura, sem influência dos convencionalismos sociais. Os sentimentos formam as bases da natureza humana, complementando-se uns aos outros. Quanto à razão, tão valorizada pelo Iluminismo, esta é inferior à vida emotiva. " (GILES, 1983, p. 77).

Com Sócrates, a filosofia começa a empregar um método de investigação

Filosofia

Com Sócrates, a filosofia começa a empregar um método de investigação. O método socrático, exercitado sob a forma do diálogo, consta de duas partes. Na primeira, exortação, Sócrates convida o interlocutor a filosofar, a buscar a verdade; na segunda, indagação, Sócrates, fazendo perguntas comentando as respostas e voltando a perguntar, caminha com o interlocutor para encontrar a definição da coisa procurada. (CHAUÍ, 2002). Sócrates utilizou seu método para mostrar às pessoas como chegar à essência do conhecimento.

Ao se referir ao surgimento da filosofia e à compreensão que os gregos

Filosofia

Ao se referir ao surgimento da filosofia e à compreensão que os gregos tinham dessa, Reale (2003) aponta três especificidades: o conteúdo, o objetivo e o método. No que se refere ao objetivo, ressalta a totalidade das coisas e o desejo pelo princípio da realidade. E, como objetivo, destaca a "pura vontade de conhecer e contemplar a verdade".

A Psicologia Cognitiva estuda o funcionamento da mente e os processos

Filosofia

A Psicologia Cognitiva estuda o funcionamento da mente e os processos mentais, como atenção, percepção, representação, memória, categorização, linguagem etc, também dando importância às estruturas da cognição e como elas se desenvolvem. Por isso, pode-se considerar que seu fundamento filosófico é:

As ciências cognitivas buscam resolver o problema da relação

Filosofia

As ciências cognitivas buscam resolver o problema da relação mente-cérebro por meio dessas duas correntes filosóficas.
As ciências cognitivas surgiram após críticas à concepção behaviorista do comportamento. Como se denomina o momento histórico no qual elas foram propostas?

A abordagem da psicologia cognitiva também é base para as áreas de

Filosofia

A abordagem da psicologia cognitiva também é base para as áreas de tecnologias, ao incluir pesquisas que se debruçam no desenvolvimento de inteligência artificial, existindo atualmente, duas abordagens: a simbólica e a conexionista.

A partir desse contexto, analise as afirmativas a seguir.

I. Na simbólica, a mente (software) é independente do hardware e operam por meio de símbolos e comandos pré-determinados.
II. Na conexionista, o funcionamento cerebral humano por meio de redes neurais é base para o desenvolvimento da tecnologia, de modo que a mente não seria mais o software, mas sim o sistema de processamento de informações.
III. Os comandos passam a ser um conjunto de variáveis previsíveis e causais que agem sobre bases de funcionamento.

Na filosofia, podemos considerar que há dois grandes ramos

Filosofia

Na filosofia, podemos considerar que há dois grandes ramos de interpretação do fenômeno mente e cérebro: o monismo e o dualismo. O monismo é uma corrente da filosofia da mente que busca explicar a relação mente-cérebro e preconiza a

“Saindo de minhas mãos, ele não será, concordo, nem magistrado, nem

Filosofia

“Saindo de minhas mãos, ele não será, concordo, nem magistrado, nem soldado, nem padre, será primeiramente um homem.” (ROUSSEAU, 1973, p. 15). Rousseau foi o preceptor na trajetória educacional de Emilio, conteúdo de sua obra Emílio ou da Educação. Nela, o filósofo genebriano aponta sua concepção de educação. A partir do trecho acima, podemos ter uma ideia do que era importante para ele no processo formativo dos indivíduos.

Conceber o indivíduo como uma tábula rasa, levando em consideração

Filosofia

Conceber o indivíduo como uma tábula rasa, levando em consideração que todas as ideias se baseiam em experiências consiste em pressupostos da concepção filosófica de:

O empirismo concentra se no entendimento das partes do todo, em uma

Filosofia

O empirismo concentra se no entendimento das partes do todo, em uma tentativa de compreender esse todo. Já as teorias são feitas para:

Segundo Hegel, o único método em grau de garantir o conhecimento

Filosofia

Segundo Hegel, o único método em grau de garantir o conhecimento científico do absoluto, e de elevar assim a filosofia a ciência, é o método dialético, em virtude do qual a verdade pode finalmente receber a forma rigorosa do sistema da cientificidade; ele se remete aqui à dialética clássica, conferindo movimento e dinamicidade às essências e aos conceitos universais que, já descobertos pelos antigos, haviam, contudo, permanecido com eles em uma espécie de repouso rígido, quase solidificados. O coração da dialética torna-se assim o movimento, e precisamente o movimento circular ou em espiral, com ritmo triádico. (REALE E ANTISERI, 2005, p. 99-100)

A ação pedagógica é objetivamente uma violência simbólica, num

Filosofia

A ação pedagógica é objetivamente uma violência simbólica, num primeiro sentido, enquanto que as relações de força entre os grupos ou as classes constitutivas de uma formação social estão na base do poder arbitrário que é a condição da instauração de uma relação de comunicação pedagógica, isto é, da imposição e da inculcação de um arbitrário cultural segundo um modo arbitrário de imposição e de inculcação (educação). (BOURDIEU e PASSERON, 1970 p. 27).

Nos é proposto o exercício de pensar sobre quais devem ser as funções

Filosofia

Nos é proposto o exercício de pensar sobre quais devem ser as funções do Estado pode ser beneficiado pela percepção oposta, imaginando como seriam as relações humanas sem uma organização política, em uma conjuntura na qual cada homem atua isoladamente - o denominado Estado de Natureza. Thomas Hobbes(1588-1679) menciona que a situação resultaria em conflitos permanentes. A inexistência de garantias de proteção tornaria o medo uma constante da existência humana. Isso seria bem ilustrado com a frase: O homem é o lobo do homem.

O Estado, ou sociedade política, é até mesmo o primeiro objeto a que

Filosofia

O Estado, ou sociedade política, é até mesmo o primeiro objeto a que se propôs a natureza. O todo existe necessariamente antes da parte. As sociedades domésticas e os indivíduos não são senão as partes integrantes da Cidade, todas subordinadas ao corpo inteiro, todas distintas por seus poderes e suas funções, e todas inúteis quando desarticuladas, semelhantes às mãos e aos pés que, uma vez separados do corpo, só conservam o nome e a aparência, sem a realidade, como uma mão de pedra. O mesmo ocorre com os membros da Cidade: nenhum pode bastar-se a si mesmo. Aquele que não precisa dos outros homens, ou não pode resolver-se a ficar com eles, ou é um deus, ou um bruto. Assim, a inclinação natural leva os homens a este gênero de sociedade . ( ARISTÓTELES, 2006, p.5).

No ensinamento de Aristóteles a valorização e a consequente necessidade de responsabilização pelo convívio coletivo ficam explícitas.

Leia o texto a seguir e complete as lacunas:

Vinculando a ____________ humana ao pleno exercício desta natureza cívica, Aristóteles conecta a ____________ individual ao engajamento nestes processos coletivos de busca de um bem ____________, diferenciando, assim, os habitantes dos cidadãos, na medida em que estes últimos não apenas residem em sociedade ____________, como os primeiros, mas também atuam em prol desta concepção coletiva da existência humana.

Podemos entender o mundo de diferentes formas: por exemplo, podemos

Filosofia

Podemos entender o mundo de diferentes formas: por exemplo, podemos concebê-lo como um conhecimento, tanto na vida cotidiana como em um laboratório, uma vez que ele é produzido em muitas situações com as quais os indivíduos se deparam.

Afirmam os historiadores da filosofia que esta possui data e local

Filosofia

Afirmam os historiadores da filosofia que esta possui data e local de nascimento: nasceu entre o final do século VII a.C. e o início do século VI a.C., nas colônias gregas da Ásia Menor - particularmente as que formavam a Jônia -, e o primeiro filósofo, Tales, que era natural de Mileto. Além da data e do local, a filosofia também possui, ao nascer, um conteúdo preciso. (CHAUÍ, 2002, p. 16).

Hegel tem o cuidado de salientar que o momento dialético não

Filosofia

"Hegel tem o cuidado de salientar que o momento dialético não é absolutamente prerrogativa do pensamento filosófico, mas está presente em todo momento da realidade: 'Ora, por mais que o intelecto comumente solicite a dialética, não se deve pensar de modo algum que a dialética seja algo presente somente na consciência filosófica; ao contrário, o procedimento dialético pode se encontrar em toda outra forma de consciência e na experiência geral. Tudo aquilo que nos circunda pode ser pensado como exemplo de dialética'. [...]" (REALE; ANTISERI, 2005, p. 107).

A inteligência coletiva visa a tornar o saber a base principal

Filosofia

A inteligência coletiva visa a tornar o saber a base principal, a infraestrutura das relações humanas. Ela só poderá de fato ocorrer em um determinado espaço, o qual Lévy (2003) nomeia como Espaço do saber. Nesse, as relações humanas são baseadas na valorização dos sujeitos e de suas habilidades. Lévy (2003) aponta que esse espaço ainda é virtual. Todavia, levando em conta o contexto atual, consideramos que o Espaço do saber encontra-se em construção e que ainda não se efetiva em sua plenitude, como proposto por Lévy (2003). Diz-se que ele ainda está em construção, pois há tecnologias disponíveis para colocar os sujeitos em sinergia e efetivar de fato o Espaço do saber. Entretanto, a efetivação do Espaço do saber vai além dessas tecnologias, uma vez que requer mudanças nas esferas política, social e, principalmente, no plano educacional. (BEMBEM e SILVA, 2013, p. 143).

[...] na organização da Cidade-Estado ou pólis o exercício político

Filosofia

“[...] na organização da Cidade-Estado ou pólis o exercício político se fará em um meio social regido pela associação de cidadãos com direitos iguais, com um certo prazer em se associar – que constitui a amizade e a rivalidade – e um gosto especial pela troca de opiniões. Nessa sociedade de iguais a democracia se esboça: os cidadãos assumem o poder de decisão e constituem leis que irão zelar pelo espírito igualitário que garantirá a expansão das cidades.” (MACIEL JÚNIOR, 2003, p. 20).

Filosofia da práxis não é um pensamento puro ou um esquema

Filosofia

Filosofia da práxis não é um pensamento puro ou um esquema gnosiológico abstrato que cria idealmente as coisas e os fatos, mas ‘ato impuro’, atividade concreta, histórica, fundada em relações abertas, dinâmicas, dialéticas do homem com a natureza, da vontade humana com as estruturas econômicas, dos projetos políticos com as cristalizações culturais" (FELIX, 2017).
Nessa perspectiva, analise as afirmações que seguem.

I. A filosofia da práxis tem na função de estimular a crítica e a mudança social.
II. A filosofia da práxis consiste ao mesmo tempo em ação e consciência das contradições do mundo capitalista.
III. A filosofia da práxis é fundamental para a desconstrução da narrativa capitalista que naturaliza as desigualdades sociais.

Uma das inovações do pensamento de Mario Bunge é a distinção que faz

Filosofia

Uma das inovações do pensamento de Mario Bunge é a distinção que faz entre ciência fática (material) e ciência formal (ideal). Analisando a forma como a ciência se desenvolve na prática, Bunge observou que nem toda a investigação científica está em busca de conhecimento objetivo. A lógica e a matemática são racionais, sistemáticas e verificáveis, mas não são objetivas porque não dão informações concretas acerca da realidade.

Considerando o contexto apresentado, analise as afirmações a seguir:

I. A ciência formal fornece a ciência fática a analiticidade essencial para sua sistematização, formalização e objetividade.
II. A ciência fática e a ciência formal jamais se cruzam, se tratando de dois campos distintos que lidam com entes particulares.
III. A ciência formal trata de entes abstratos que só existem na mente humana, enquanto a ciência fática se debruça sobre os dados da experiência.
IV. A ciência fática possibilita a reconstrução conceitual (ou modelagem) dos fatos através da experiência.
V. O conhecimento científico é fático, emerge dos fatos e sempre retorna a eles, mas não os transcende.

O termo "Política" se origina da palavra grega "polis" que

Filosofia

O termo "Política" se origina da palavra grega "polis" que significa cidade, contudo, também era sinônimo de cidade-Estado. A vida na polis podia ter duas esferas: uma privada, considerada como ligada aos assuntos particulares da casa, e uma pública, a qual era expressa pelo espaço urbano público e político e suas instituições. Tendo como referência o papel da Política para a regulamentação da vida em coletividade, julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas.

( ) A Política deve buscar boas ações para o bem-estar tanto individual como coletivo, priorizando o clientelismo e o patrimonialismo político.
( ) Quando a política era exercida dentro de um mesmo Estado era nominada de Política Interna e quando era realizada entre diferentes Estados, de Política Externa.
( ) A política era a forma de normalizar a convivência entre os habitantes das cidades e cidades-estados vizinhas.
( ) A Política pode ser compreendida como uma ciência que tem por objetivo olhar para o homem individualmente.

A ética é construída por uma sociedade com base nos valores históricos

Filosofia

A ética é construída por uma sociedade com base nos valores históricos e culturais. Do ponto de vista da Filosofia, a Ética é uma ciência que estuda os valores e princípios morais de uma sociedade e seus grupos. Pensando em ética, associe os itens, utilizando o código a seguir:

I- Definição.
II- Códigos de ética.
III- A ética em ambientes específicos.
IV- Antiética.

( ) Uma pessoa que não segue a ética da sociedade à qual pertence, assim como o ato praticado.

( ) Deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). É um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade. Serve para que haja um equilíbrio e bom funcionamento social, possibilitando que ninguém saia prejudicado. Nesse sentido, embora não possa ser confundida com as leis, está relacionada com o sentimento de justiça social.

( ) Além dos princípios gerais que norteiam o bom funcionamento social, existe também a ética de determinados grupos ou locais específicos. Neste sentido, podemos citar: ética médica, ética profissional (trabalho), ética empresarial, ética educacional, ética nos esportes, ética jornalística, ética na política etc.

( ) Cada sociedade e cada grupo possuem os seus. Num país, por exemplo, sacrificar animais para pesquisa científica pode ser ético. Em outro país, esta atitude pode desrespeitar os princípios éticos estabelecidos.

Leias asserções, julgando a possível relação entre elas:

Filosofia

Leias asserções, julgando a possível relação entre elas: A multidimensionalidade da didática implica em pensarmos em um processo efetivo de articulação dos três elementos: humano, técnico e político-social. LOGO, Se focalizarmos nosso planejamento em apenas uma destas dimensões, o processo será incompleto e, consequentemente, ineficiente.

A felicidade humana está vinculada ao pleno exercício da natureza

Filosofia

A felicidade humana está vinculada ao pleno exercício da natureza cívica, Aristóteles conecta a satisfação individual ao engajamento nestes processos coletivos de busca de um bem comum, diferenciando, assim, os habitantes dos cidadãos, na medida em que estes últimos não apenas residem em sociedade organizada, como os primeiros, mas também atuam em prol desta concepção coletiva da existência humana.
Leia e complete o texto a seguir, cujo filósofo vincula a felicidade humana ao pleno exercício da natureza cívica: o estado, ou sociedade política, é até mesmo o primeiro objeto a que se propôs a ____________. o todo existe necessariamente antes da parte.
As sociedades domésticas e os indivíduos não são senão as partes ____________ da cidade, todas subordinadas ao corpo inteiro, todas distintas por seus poderes e suas funções, e todas inúteis quando desarticuladas, semelhantes às mãos e aos pés que, uma vez separados do corpo, só conservam o nome e a aparência, sem a ____________, como uma mão de pedra.
O mesmo ocorre com os membros da cidade: nenhum pode bastar-se a si mesmo. aquele que não precisa dos outros homens, ou não pode resolver-se a ficar com eles, ou é um deus, ou um ____________.
Assim, a inclinação natural leva os homens a este gênero de sociedade.

[...] a luz, as cores, os sons, os odores, os sabores, o calor

Filosofia

“[...] a luz, as cores, os sons, os odores, os sabores, o calor, o frio e as demais qualidades apreendidas pelo tato, encontram-se em meu pensamento com tanta falta de clareza e confusão que ignoro mesmo se são verdadeiras ou falsas e apenas aparentes.” (DESCARTES, 1983, p. 279).

O único método em grau de garantir o conhecimento científico

Filosofia

O único método em grau de garantir o conhecimento científico do absoluto, e de elevar assim a filosofia a ciência, é, segundo esse filósofo idealista, o método dialético, por meio do qual a verdade pode finalmente receber a forma rigorosa do sistema da cientificidade. (Adaptado de REALE e ANTISERI, 2005, p. 106). O trecho acima traz o importante método de um pensador que foi considerado, por muitos, como o último idealista alemão.

O termo "Política" se origina da palavra grega "polis" que significa

Filosofia

O termo "Política" se origina da palavra grega "polis" que significa cidade, contudo, também era sinônimo de cidade-Estado. A vida na polis podia ter duas esferas: uma privada (ligada aos assuntos particulares da casa) e uma pública (expresso pelo espaço urbano público e político e suas instituições). A política era a forma de normalizar a convivência entre os habitantes das cidades e cidades-estados vizinhas.

Considerando o pensamento filosófico da Grécia Antiga, especificamente, a visão aristotélica acerca da Política, analise o excerto a seguir, completando suas lacunas.

Em todas as ciências e em todas as ____________, o alvo é o ____________; e o maior dos bens acha-se principalmente naquela dentre todas as ciências que é a mais elevada: essa ciência é a ____________ e o bem da justiça é a política, isto é a utilidade geral [...] (ARISTÓTELES, 2002, p.64)

Na história da filosofia, os pré-socráticos são conhecidos como

Filosofia

"Na história da filosofia, os pré-socráticos são conhecidos como um grupo de pensadores que antecedeu historicamente a sócrates (469-399 a.c.) e à era inaugurada por este. [...] buscando os princípios originários da natureza no interior do próprio mundo natural (e não no sobrenatural), os pré-socráticos testemunham uma transição espiritual de extrema importância para o surgimento da reflexão filosófica: a passagem do pensamento mítico para o pensamento racional, do mýthos para o lógos." (maciel júnior, 2003, p. 13). tendo como base o trecho de maciel júnior (2003), assinale a alternativa que aponta dois representantes do período pré-socrático, que marcaram o nascimento da filosofia.

As discussões sobre fenômenos que permeiam nos dias de hoje a educação

Filosofia

As discussões sobre fenômenos que permeiam nos dias de hoje a educação física podem ser encontradas na construção histórica do pensamento filosófico. Sobre o pensamento de platão sobre o corpo, complete as lacunas abaixo: o filósofo platão, que exerceu forte influência nas estruturas da cultura __________, trazia em seu pensamento sobre o corpo uma relação de __________, como o corpo sendo a __________ da alma, como um obstáculo para que se chegue que ao seu ideal de­­__________.

Passados quase quatro séculos de filosofia, há nesse período uma

Filosofia

Passados quase quatro séculos de filosofia, há nesse período uma sistematização de conteúdos apresentada em forma de uma enciclopédia de todo o saber que foi produzido e acumulado pelos gregos em todos os ramos do pensamento e da prática. Para esse pensador, a totalidade de saberes consistia na própria Filosofia, que não podia ser resumida em um ou outro campo do saber.

A consciência da própria ignorância é o começo da Filosofia. O que

Filosofia

"A consciência da própria ignorância é o começo da Filosofia. O que procurava Sócrates? Procurava a definição daquilo que uma coisa, uma ideia, um valor é verdadeiramente. Procurava a essência verdadeira da coisa, da ideia, do valor. Procurava o conceito e não a mera opinião que temos de nós mesmos, das coisas, das ideias e dos valores. Qual a diferença entre uma opinião e um conceito? A opinião varia de pessoa para pessoa, de lugar para lugar, de época para época. É instável, mutável, depende de cada um, de seus gostos e preferências. O conceito, ao contrário, é uma verdade intemporal, universal e necessária que o pensamento descobre, mostrando que é a essência universal, intemporal e necessária de alguma coisa. Por isso, Sócrates não perguntava se tal ou qual coisa era bela – pois nossa opinião sobre ela pode variar – e sim: O que é a beleza? Qual é a essência ou o conceito do belo? Do justo? Do amor? Da amizade?"

[...] em harmonia com o pensamento aristotélico, [...] considera

Filosofia

"[...] em harmonia com o pensamento aristotélico, [...] considera a filosofia como uma disciplina essencialmente teorética, para resolver o problema do mundo. Considera também a filosofia como absolutamente distinta da teologia – não oposta – visto ser o conteúdo da teologia arcano e revelado, o da filosofia evidente e racional."

Os pensadores cristãos nunca se cansaram de comparar Sócrates e Jesus

Filosofia

“Os pensadores cristãos nunca se cansaram de comparar Sócrates e Jesus: ambos foram condenados por seus ensinamentos, ambos compareceram aos tribunais e não se defenderam, ambos nada deixaram escritos, ambos criaram uma posteridade sem limites, e tudo quanto sabemos de ambos depende de fontes indiretas, escritas depois de estarem mortos.”

Os gregos seriam o povo da luz, da unidade entre matéria e espírito

Filosofia

“Os gregos seriam o povo da luz, da unidade entre matéria e espírito, sensibilidade e intelecto, natureza e humano; seriam o povo da pura objetividade racional, da relação orgânica e perfeita entre forma e conteúdo; seriam o povo da simplicidade racional, capaz de descobrir e operar um pequeno número de princípios racionais, sistemáticos e universais que regeriam a totalidade do real (as coisas, as plantas, os animais, os homens, os astros e os deuses).” (CHAUÍ, 2002, p. 26).

A uma forma e inusitada de pensar, os gregos deram o nome de Filosofia

Filosofia

A uma forma e inusitada de pensar, os gregos deram o nome de Filosofia. Essa palavra, atribuída a Pitágoras de Samos, é composta de filo (vinda de philia, amizade) e sofia (sophia, sabedoria), philosophía: amizade pela sabedoria, amor ao saber. Pitágoras de Samos teria dito ser a sabedoria plena privilégio dos deuses, cabendo aos homens apenas desejá-la, amá-la, ser seus amantes ou seus amigos, isto é, filósofos (sophós, sábio).” (CHAUÍ, 2002, p. 15). Chauí (2002) atribuí o nascimento da Filosofia aos gregos. Segundo ela, foi Pitágoras o responsável pela designação que se referia ao “amor pelo saber”, que mudou as bases do pensamento grego na antiguidade. Sobre esse desvelar do pensamento filosófico, podemos dizer que:

Chauí (2000), em sua obra Convite à Filosofia, se refere aos períodos

Filosofia

Chauí (2000), em sua obra Convite à Filosofia, se refere aos períodos que marcaram a filosofia grega. Dentre eles, a autora aponta os seguintes trechos:

“[...] do final do século VII ao final do século V a.C., quando a filosofia se ocupa fundamentalmente com a origem do mundo e as causas da transformação da natureza.”
“[...] do final do século V e todo século IV a.C. quando a filosofia investiga as questões humanas, isto é, a ética, a política e as técnicas, e busca compreender qual é o lugar do homem no mundo.”

Segundo o filósofo argentino Mario Bunge, o ideal da racionalidade

Filosofia

Segundo o filósofo argentino Mario Bunge, o ideal da racionalidade, entendido como uma sistematização coerente de enunciados passíveis de verificação, é obtido muito mais através de teorias científicas, que têm como base a falibilidade e ceticismo metodológico, do que pelo conhecimento comum, entendido como uma relação de partes de informação frouxamente conectadas. Da mesma forma, o ideal da objetividade, a construção de imagens da realidade verdadeiras e impessoais, só é alcançado quando se ultrapassa o olhar antropocêntrico, a vida cotidiana, a experiência particular. O conhecimento comum consegue atingir uma objetividade muito limitada se comparado ao conhecimento científico.

Considerando as informações apresentadas, analise as afirmações a seguir:

I. Sistematização é a forma do qual seus enunciados são estruturados logicamente, evitando confusões da linguagem ordinária, como contradições lógicas e polissemia.
II. Falibilidade significa que todo discurso científico está fadado a falhar.
III. Ceticismo científico é o princípio segundo o qual todas as hipóteses e teorias devem ser questionadas de forma metódica, responsável e cientificamente orientada.

Para se enfrentar um dado problemas faz-se necessário: fazer uma

Filosofia

Para se enfrentar um dado problemas faz-se necessário: fazer uma versão preliminar; desenhar de forma simplificada; buscar novas formas de analisar; executar cada ação, de maneira concatenada.

Um problema pode ser definido como: I – um resultado indesejado

Filosofia

Um problema pode ser definido como:
I – um resultado indesejado de um processo.
II – um estado de dificuldade a ser resolvido.
III – a diferença entre o desempenho obtido e a expectativa.

Kant e fichte são expoentes do idealismo alemão, sendo este, em suas

Filosofia

Kant e fichte são expoentes do idealismo alemão, sendo este, em suas bases, fortemente influenciado pelo iluminismo francês. Ambos se ocuparam de uma questão importante para a modernidade: as possibilidades do conhecimento humano e como se dá este conhecimento. O debate promovido envolvia escolas como o racionalismo (que afirma a subjetividade e razão como elementos centrais na humanidade) e o empirismo (crença de que todo o conhecimento vem pela via dos sentidos humanos).

A ideia utilitarista de que uma ação moral deve maximizar o prazer

Filosofia

A ideia utilitarista de que uma ação moral deve maximizar o prazer e a felicidade dos envolvidos na ação.

Dado, informação e conhecimento são muito valiosos para nossa

Filosofia

Dado, informação e conhecimento são muito valiosos para nossa compreensão de mundo. Dado pode ser definido como uma sequência de quantificados ou quantificáveis. Todavia, frequentemente, os dados coletados de pesquisas não são exatamente representativos da população-alvo. CASTRO, Gilberto Ramos de Discussão conceitual sobre Dado, Informação e Conhecimento: perspectiva dos alunos concluintes do Curso de Biblioteconomia da UFPB, Gilberto Ramos de Castro - João Pessoa: UFPB, 2011, 51p.

Por seu lado, Aristóteles posiciona-se ante a experiência (empeiria)

Filosofia

Por seu lado, Aristóteles posiciona-se ante a experiência (empeiria) de uma forma distinta de Platão. Segundo o Estagirita, a exper pressuposto para que ele ocorra. Porém, a experiência não é suficiente para que o conhecimento se realize: há nela uma insuficiên experiência só se pode obter conhecimentos particulares e contingentes. Nesse sentido, a empeiria constitui-se como um pens universais. GELAMO, RP. O ensino da filosofia no limiar da contemporaneidade: o que faz o filósofo quando seu ofício é ser professor de filos 178 р. As contribuições socráticas, platônicas e aristotélicas, são as principais representantes de um período da filosofia chamado de antiga

O Modelo Biomédico foi criado no século XVI e considerava o corpo

Filosofia

O Modelo Biomédico foi criado no século XVI e considerava o corpo humano como um sistema parecido com uma máquina bem montada. Podemos dizer que:

Em uma definição simples, para Kuhn, a ciência desenvolver-se-ia pela

Filosofia

Em uma definição simples, para Kuhn, a ciência desenvolver-se-ia pela criação e abandono de paradigmas, modelos consensuais adotados pela comunidade científica de uma época. Depois do estabelecimento de um paradigma, haveria um período histórico em que os cientistas desenvolveriam as noções e problemas a partir do paradigma adotado.

Considerando o ciclo de Kuhn para revolução na ciência avalie as afirmativas a seguir:

I. Ciência normal: onde o paradigma dominante resolve os principais problemas, sendo o direcionador para os principais estudos sobre o tema. Enquanto há um consenso entre a comunidade científica, o paradigma é dominante.
II. Revolução científica: a ciência entra em uma nova fase com a mudança do paradigma, também chamado de revolução científica. Isso ocorre após uma minuciosa fase de exame do paradigma antigo, assim como do novo para se tornar aceito.
III. Modelo insuficiente: com a sucessão de problemas em que o paradigma não é capaz de responder, eles começam a mostrar as “fraquezas” do paradigma.
IV. O conceito de ciência normal explica porque, através de múltiplos experimentos realizados ao longo do tempo, o conhecimento é construído e novos paradigmas são estabelecidos.

Pensar a relação corpo-meio ambiente é pensar sobre como podemos

Filosofia

Pensar a relação corpo-meio ambiente é pensar sobre como podemos construir um significado a tudo que chamamos de mundo.

“ Considerando a relação corpo-____________, torna-se importante entender a maneira como o ser humano se movimenta, sendo a ‘ação’ a fundamental interação ____________-mundo. Assim podemos entender melhor as atuais relações corpo-meio ambiente se compreendermos sua contextualização ____________ em contextos de atividades ____________ e de meio ____________”

Para entendermos melhor a concepção de corpo-meio ambiente, torna-se

Filosofia

Para entendermos melhor a concepção de corpo-meio ambiente, torna-se necessário entendermos as correntes filosóficas e como elas influenciam as nossas concepções de corpo. Considerando cada corrente filosófica, analise as afirmativas abaixo:

I- Na concepção de corpo pela ciência, exemplificado pelos desenhos anatômicos de Leonardo da Vinci (1961), torna-se um meio para compreensão do mundo associado a “explicação” das coisas.
II- Francis Bacon e René Descartes conduzem suas obras na fenomenologia, a ciência e voltada no desígnio da descrição dos métodos, baseados na apreensão do fenômeno percebida e compreendida pelo indivíduo.
III- Os métodos objetivos apontam para uma associação as ciências naturais, no qual Auguste Comte introduz uma “nova ciência” fundamentada na não interferência das emoções e a ausência de metas preconcebidas.
IV- A lógica científica com ênfase na racionalidade mecanicista diz respeito a explicação em “fatos” determinados pelo universo compreendido como “mecanismo” que causará o mesmo resultado em condições similares, conforme proposto nas obras do alemão Edmund Husserl.

O termo empirismo vem do latim “empiria” que significa experiência.

Filosofia

O termo empirismo vem do latim “empiria” que significa experiência. Os empiristas tinham a experiência como base para suas investigações filosóficas sobre a natureza. A posição empirista existe desde a Antiguidade, mas só na modernidade ela é formalmente definida. Tal empirismo surge em um contexto de contestação de uma tradição filosófica que privilegiava a razão, em detrimento da experiência.

Hoje temos uma sociedade aberta, com pensadores críticos que veem

Filosofia

Hoje temos uma sociedade aberta, com pensadores críticos que veem a importância da educação para a evolução do homem e do mundo que o cerca. A concepção social dentro da psicologia da educação se faz importante quando trabalhamos a totalidade da escola atual. A sociologia também faz suas contribuições, o autor do livro Educação e Sociologia, abre uma discussão sobre a função social da escola e o significado do papel do professor dentro da sociedade. Segundo este autor: A educação é a ação exercida pelas gerações adultas sobre as que ainda não estão maduras para a vida social. Tem por objeto suscitar e desenvolver na criança certo número de estados fisicos, intelectuais e morais dela exigidos tanto pela sociedade política em seu conjunto quanto pelo meio especial ao qual ela está particularmente destinada

O fundamentalismo religioso contemporâneo apresenta obstáculos

Filosofia

O fundamentalismo religioso contemporâneo apresenta obstáculos significantes ao pluralismo e à consolidação de ambientes democráticos. Esta modalidade de fanatismo estimula a segregação social, ao criar categorias dos adeptos e não adeptos da fé oficial; reduz as possibilidades de diálogo em meio à comunidade, já que as pessoas orientam a sua conduta por crenças específicas, que podem estimula a intolerância.

Considerando esse contexto, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas.

I - É comum atribuir o fundamentalismo religioso a esta ou aquela crença, mas é necessário reconhecer que este fanatismo, infelizmente, não é exclusividade de nenhuma religião.
PORQUE
II - No Brasil é assegurado o direito à liberdade de culto e a tolerância religiosa.